sábado, 5 de novembro de 2011

Sabatinas


  • Festa dos Radialistas, no Clube dos Diários.
  • Convenção do PCdoB, na Faculdade de Direito da UFC.
  • Encontro do PT, no IFCE Fortaleza.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Ato do PCdoB Ceará


Os comunistas cearenses realizam neste final de semana, nos dias 05 e 06 de novembro, no auditório da Faculdade de Direito da UFC, em Fortaleza, a 20ª Conferência Estadual do PCdoB/CE. A expectativa em torno do encontro já considerado o maior já realizado no Ceará é de reunir mais de 500 pessoas no ato político de abertura da plenária.

Além dos mais de 300 delegados eleitos nas conferências municipais realizadas em 125 cidades cearenses onde o PCdoB está organizado, participam do ato político de abertura lideranças de partidos aliados e lideranças de diversas frentes sociais. Representando a Direção Nacional do PCdoB, o deputado federal Osmar Júnior (PCdoB/PI), líder da bancada comunista na Câmara Federal, já confirmou sua participação no grande encontro comunista.

Além do ato político de abertura, também acontecerá no sábado (05) uma homenagem a Gilse Cosenza, uma das responsáveis pela reorganização do PCdoB no Ceará. A mineira receberá a Comenda Bergson Gurjão. Instituída em 2009, o honraria é conferida a “pessoas ou instituições que se empenharam em prol da dignidade humana, do bem estar do povo, da democracia, da liberdade e de um Brasil justo”.

No domingo (06), será apresentado um balanço do trabalho do atual comitê estadual realizado no último biênio e iniciado o processo de votação, através de urna eletrônica. “Serão 20 urnas que, por ter uma apuração integrada, facilitará a divulgação do resultado em, no máximo, 10 minutos após o encerramento da votação”, confirma Viviane Rodrigues, membro da Comissão Organizadora da 20ª Conferência.

Carlos Augusto Diógenes (Patinhas), presidente estadual do PCdoB no Ceará, ratifica a expectativa em torno do encontro. “Esta será a maior conferência da história do PCdoB no Ceará”. Com o Partido organizado em 154 dos 184 municípios cearenses, os comunistas realizaram, ao longo dos últimos quatro meses, intensa mobilização partidária, sem largar a atividade política e as lutas populares. “Reunimos cerca de 6.200 militantes para debater nosso projeto partidário para os próximos anos e os desafios para construirmos um partido mais forte, amplo e influente em cada município”.

Programação

Sábado (05/11)

8h30h – Plenária de Instalação da 20ª. Conferência Estadual
- Acolhimento dos delegados
- Informações

8h45 – Votação do Regimento Interno
- Eleição da Mesa Diretora, Comissão Eleitoral e Comissão de Redação

9h15 – Pronunciamento do representante do Comitê Central
Deputado Federal Osmar Junior (PCdoB/PI)

9h45h – Intervalo

10h15h – Ato Político
- Composição da Mesa
- Execução do Hino Nacional

10h30h – Homenagem a Gilse Cosenza
- Entrega da Comenda Bérgson Gurjão
- Pronunciamento da homenageada

11 – Pronunciamentos da Mesa

12h15 – Encerramento do Ato Político

12h30 – Almoço

14h30 – Orientação em relação ao processo de eleição do Comitê Estadual

14h40 – Leitura do Documento Político

15h15 – Plenária I de debates (25 intervenções de 03 minutos) *

16h30 – Intervalo

16h50 – Plenária II de debates (25 intervenções de 03 minutos) *

18h05 – Apresentação da proposta de novo Comitê e consulta

19h – Encerramento dos trabalhos do dia


Domingo (06/11)

8h30 – Relatoria da Comissão de Resoluções e votações

9h15 – Balanço do trabalho do atual comitê / Apresentação da proposta final da Comissão Eleitoral

10h – Intervalo

10h20 – Plenária III de debates (28 intervenções de 03 minutos)

11h45 – Processo de votação / Almoço

13h45 – Proclamação e posse dos eleitos para o novo Comitê Estadual

14h30 – Apresentação do Curso sobre o Programa / Encaminhamentos / Reunião do novo Comitê Estadual

15h15 – Anúncio da nova Comissão Política Estadual e Ato de encerramento da 20ª. Conferência.

Serviço

20ª Conferência Estadual do PCdoB/CE

Data: 05 e 06 de novembro
Local: auditório da Faculdade de Direito da UFC

De Fortaleza,
Carolina Campos

Um ano do Centro Cultural do Ceará

Hoje, a partir das 18h30, o Centro Cultural do Ceará comemora com solenidade, em Porangabuçu, um ano de atividade. O programa radiofônico Canal do Vovô será transmitido de lá a partir das 20 horas, com ancoragem de Jota Rômulo.

Osvaldo na capa


A quinta edição da 1914, do Ceará Sporting Club  já está pronta. Um dos grandes destaques da revista é o atacante Osvaldo. O jogador é um das revelações do Brasileirão 2011 e, na entrevista, o atleta conta que sonha em defender a Seleção Brasileira.
Mais destaques da revista
- Homenagem às mulheres alvinegras, que traz um belo ensaio fotográfico de Jarbas Oliveira e uma entrevista com a simpática dona Helena, que fala dos seus 46 anos de dedicação ao Ceará Sporting Club.
- Matéria com Mauro Calixto, um dos melhores zagueiros do futebol cearense.
- Matéria com o meio-campista Sanchez, que é uma das grandes promessas das Categorias de Base alvinegra. O jovem atleta revelou que sonha em brilhar na equipe profissional em 2014, ano do Centenário do clube. 
- Entrevista com Milton Leite, um dos âncoras do SporTV.
- Matéria com Wesley Matos, número um no ranking brasileiro de Triátlon. Este alvinegro deverá estar nas Olimpíadas de Londres 2012.
- Na seção “Papo de Boteco”, teremos uma mesa cheia de histórias com os ilustres torcedores do Ceará: Paulo Linhares, Paulo Mota e Assis da Picanha.
- O cartunista Mino, a Vovozete Germana e o chef alvinegro, Ricardo Lima, também serão destaques na quinta edição da 1914.

PT 2012


O tema do segundo debate do PT sobre o Governo de Fortaleza,  que será realizado amanhã (5), no auditório do Instituto Federal do Ceará (IFCE), é "Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura". E para discutir o assunto, estarão presentes dois representantes da Prefeitura de Fortaleza: Geraldo Accioly, coordenador de Projetos Especiais da PMF, e Rocicleide Silva, coordenadora do Projeto Vila do Mar. Além deles foram convidados o presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-CE), Odílio Almeida, e o arquiteto e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Romeu Duarte. 
O ciclo de Debates do PT "Fortaleza e o Governo Popular" foi iniciado no último dia 15 de outubro com a discussão sobre a Gestão Fortaleza Bela e a Agenda Social. O debate contou com a presença de Paulo Teixeira, deputado pelo PT-SP e líder da bancada na Câmara Federal, dos secretários municipais Ana Maria Fontenele, da Saúde, Alfredo Pessoa, do Planejamento, e Elaene Rodrigues, da Assistência Social - que apresentaram os principais resultados de cada pasta -, além do professor Osmar Sá Ponte, da UFC.
"O objetivo do Ciclo de Debates é discutir os avanços importantes da nossa gestão, que se reflete hoje no aumento da autoestima da população", afirmou Raimundo Ângelo, presidente do PT Fortaleza. 
Ao todo, serão realizados cinco seminários temáticos, para apresentar as ações do governo popular de Fortaleza e debater a implementação do programa democrático e popular na cidade. O Ciclo de debates é organizado pelos Diretórios Municipal e Estadual do PT e tem como foco as ações do governo popular de Fortaleza.
Serviço
“Fortaleza e o Governo Popular: Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura”
Dia 5 de novembro, às 9 horas 
Auditório do Instituto Federal do Ceará (IFCE) - Avenida 13 de Maio, 2081 - Benfica  

Programação do Carnabral 2011


 Blocos |
- Sexta Feira -11 de novembro
Claudia Leite e Garota Safada

- Sábado -12 de novembro
Netinho, Patrulha e Beat Beleza

- Domingo -13 de novembro
Ricardo Chaves, Banda Patrulha, Márcia Freire e Banda Pinote

| Camarote VIP |
- Sexta Feira -11 de novembro
DJ K-dinho e Banda Doce Loucura

- Sábado -12 de novembro
Presença VIP: Adriana Santana (Ex BBB 11)
DJ Greg Donini e Banda Claraxé

- Domingo -13 de novembro
Presença VIP: Rodrigão (Ex BBB 11)
DJ Eve Mendes e Banda Frennesy

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Fortaleza terá leilão virtual de joias da caixa em dezembro


A Caixa Econômica Federal vai expandir, agora em novembro, o novo modelo de leilões virtuais para mais três capitais: Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), além de realizar um novo leilão em Porto Alegre (RS). Para dezembro, já está prevista a expansão desse modelo a mais três capitais: Fortaleza, Curitiba (PR) e Vitória (ES).

Com isso, os interessados em participar dos leilões de joias da CAIXA podem consultar os lotes no endereço www.caixa.gov.br/vitrinedejoias. Nessa página é possível, não só conferir as imagens dos lotes de joias, como também ver detalhes ampliados das fotos por meio do recurso de zoom, além de visualizá-los frente e verso. Os clientes também podem baixar os editais e os catálogos que contém as regras dos leilões, incluindo os prazos para os lances, as datas dos resultados e as informações sobre os locais de retirada dos lotes arrematados. Além disso, os clientes agora podem capturar o catálogo atualizado diariamente.

Prioridade para os titulares:
Os titulares dos contratos de penhor, incluídos nos leilões, podem regularizá-los em qualquer agência da CAIXA, por meio de equipamentos disponíveis nas salas de autoatendimento, durante o expediente bancário, até o dia dos lances, e verificar na página da Vitrine de Joias sua retirada do leilão. Assim, somente os lotes não regularizados são mantidos na Vitrine, e os interessados sabem exatamente para quais lotes ainda podem oferecer lances, diferentemente do modelo antigo, no qual somente ao visitar o local de exposição o cliente obtinha a informação de quais lotes ainda estavam à venda.

Para dar um lance, basta o interessado se cadastrar em qualquer agência de Penhor da CAIXA e registrar sua oferta nos terminais eletrônicos do banco, em todo o país. Nesse novo modelo, os clientes só se deslocam até as cidades e os locais de entrega dos lotes para receber suas joias, se obtiverem sucesso nos seus lances.

Vitrine de Joias:
A Vitrine de Joias CAIXA veio modernizar o processo de leilão de joias, que até agosto deste ano era realizado, exclusivamente, com a exposição física dos lotes nos locais específicos das diversas regiões do Brasil. Com esse novo modelo, a CAIXA oferece maior conforto, comodidade e segurança, além de expandir o acesso às imagens a qualquer pessoa, cliente ou não, pela simples navegação no sítio da CAIXA.

A Vitrine já foi testada em Porto Alegre (RS), no mês de setembro. A satisfação dos clientes e o sucesso da ação puderam ser mensurados pelos resultados obtidos, que registraram renovação em 70% dos lotes marcados para leilão e garantiram a venda de 99% dos lotes restantes, além da manifestação expressa de aprovação pelos clientes habituais desse produto, no momento da entrega dos lotes arrematados.

Para o vice-presidente de Logística e Retaguarda da CAIXA, Paulo Roberto dos Santos, a venda de joias do penhor, pela Internet, representa um aperfeiçoamento histórico do processo de vendas do produto. “A Internet possibilita a universalização do acesso, com modernidade e praticidade para o cliente”, observa Paulo Roberto. ”O piloto realizado em Porto Alegre nos assegura que estamos no caminho certo", completa.

Penhor:
Com 150 anos de existência, o Penhor da CAIXA continua a ser uma linha de crédito muito atrativa, por suas características de facilidade de acesso, rapidez e simplicidade. Para contratar o empréstimo não é necessário avalista, já que a joia é a garantia do crédito. E odinheiro é liberado na hora.

03/11/2011
Assessoria de Imprensa da CAIXA
(61) 3206-6051/8543

ExpoSport


O secretário especial da Copa 2014, Ferruccio Feitosa, participa hoje à noite, da abertura da programação da ExpoSport. Ferruccio Feitosa apresentará a palestra sobre as ações para a Copa do Mundo da FIFA 2014 Brasil 2014 que deixarão legados de infraestrutura, econômicos, sociais e culturais para o povo cearense. A feira de esportes com oportunidade de negócios na área será realizada até sábado, 5 de novembro, no estacionamento do Shopping Iguatemi. Durante o período, o público que for ao evento poderá visitar o stand da Secopa, conhecer a maquete da Arena Castelão e ainda ter mais informações sobre os projetos do Estado para o Mundial.
Atualmente, Fortaleza conta com recursos da ordem de R$ 1,58 bilhões envolvendo ações de Mobilidade Urbana expressas na Matriz de Responsabilidades assinada entre os governos Federal, Estadual e Municipal. Deste total, R$ 819,1 milhões milhões são direcionados ao Governo do Estado para a execução de três obras: VLT Parangaba/Mucuripe (R$ 265,5 milhões); Estações Pe. Cícero e Juscelino Kubitschek do Metrô (R$ 35 milhões); e a Reforma, modernização, ampliação e adequação do estádio Plácido Aderaldo Castelo, o Castelão (R$ 518,6 milhões).
Além da ações previstas na Matriz, o Governo do Estado está realizando uma série de ações que irão gerar impactos diretos para o povo cearense durante a Copa do Mundo da FIFA (TM). Ao todo, sao investimentos de quase R$ 6 bilhões nas áreas de Saúde, Segurança, Transporte e Logística, Meio Ambiente, Tecnologia da Informação e Turismo.
(Com informações da Assessoria de Imprensa da Secopa)

Plano Diretor de Fortaleza


Está agendada para a próxima quarta-feira (9), às 14 horas, a reunião da Comissão Especial das apreciações das mudanças do Plano Diretor, na Câmara Municipal de Fortaleza, na Sala das Comissões. Entre as pautas da reunião teremos a votação de emendas polêmicas como a que pretender revogar a lei da Arie das Dunas do Cocó e outras mais que querem interferir no ordenamento urbano, reduzir áreas verdes e modificar as Zeis. A idéia é mobilizar a sociedade, grupos sociais e entidade, membros de movimento ambiental para pressionar que alterações não sejam feitas, modificando pontos importantes que foram aprovados após ampla participação popular em 2009. 
Mais informações: Vereador João Alfredo (99810498) ou Ivna Girão (assessoria de imprensa) 

O lucro do BB


O resultado do Banco do Brasil, nos nove primeiros meses de 2011, registrou lucro líquido recordede R$ 9,2 bilhões, resultado 18,9% maior do que o apurado no mesmo período de 2010. Esse desempenho corresponde a retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio (RSPL) de 23,5%. No terceiro trimestre, o resultado líquido foi de R$ 2,9 bilhões, apresentando evolução de 11,2% sobre o mesmo período de 2010.
Em nove meses o resultado recorrente alcançou R$ 8,7 bilhões e retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio recorrente (RSPL) de 22,4%, crescimento de 25,4% sobre o mesmo período do ano anterior.
 
A carteira de crédito em conceito ampliado, que inclui garantias prestadas e os títulos e valores mobiliários privados, atingiu R$ 441,6 bilhões em setembro de 2011, crescimento de 4,5% no trimestre e de 21,0% em 12 meses.
 
O BB alcançou R$ 949,8 bilhões em ativos totais, evolução de 19,2% em relação a setembro de 2010 e de 5,0% sobre junho de 2011, permanecendo na liderança em ativos na América Latina. O Patrimônio Líquido alcançou R$ 56,7 bilhões em setembro de 2011, representando crescimento de 17,7% sobre setembro de 2010.
 
Neste trimestre o Banco do Brasil manteve a política de remuneração aos acionistas de 40% do lucro líquido (payout). Foram destinados R$ 796 milhões na forma de juros sobre capital próprio (JCP) e R$ 361 milhões em dividendos.

 Desempenho é impulsionado pela ampliação do crédito, diversificação de receitas, absoluto controle de despesas e inadimplência melhor que o SFN.
 
A carteira de crédito do BB de R$ 441,6 bilhões, que cresceu 21% nos últimos 12 meses, apresenta qualidade superior à média do Sistema Financeiro Nacional (SFN). As operações classificadas nos níveis de risco de AA-C encerraram setembro de 2011 em 93,9% do total da carteira, contra 92,4% observados no SFN.
 
As receitas  de intermediação financeira totalizaram R$ 30,3 bilhões no trimestre42,8% superior às do mesmo período do ano anterior. Desse total, as receitas provenientes das operações de crédito,  arrendamento mercantil e TVM somaram R$ 28,5 bilhões representando 37,7% de crescimento em relação ao terceiro trimestre de 2010.
 
Em continuidade à estratégia de diversificação de receitas, o BB somou R$ 4,7 bilhões em Receita de Prestação de Serviços no terceiro trimestre de 2011, resultado 14,1% maior que o verificado em igual período de 2010.
 
O controle das despesas administrativas continua em foco no BB. Esse item registrou ao final dos nove primeiros meses de 2011 o montante de R$ 17,8 bilhões, evolução de apenas 7,8% quando comparado ao mesmo período do ano anterior.
 
O desempenho é beneficiado pelos ganhos de sinergia provenientes da integração de aquisições e está em consonância com reajustes contratuais pactuados e com o crescimento orgânico das operações.
 
A ampliação das receitas operacionais e o controle das despesas administrativas proporcionaram melhoria no índice de eficiência (quanto menor melhor) que apresentou redução de 300 pontos base no acumulado em 12 mesesregistrando 41,1% ao final do terceiro trimestre de 2011.
                                            
 Crédito à Pessoa Física supera a marca de R$ 125,8 bilhões
 
O crédito às pessoas físicas alcançou R$ 125,8 bilhões ao final do terceiro trimestre, evolução de17,1% em um ano e 2,6% sobre junho de 2011O crédito consignado atingiu R$ 49,0 bilhões, expansão de 16,2% em 12 meses. O BB encerrou o período mantendo sua posição de liderança no segmento consignado, com 31,6% de participação de mercado.
 
As operações de financiamento a veículos também registraram desempenho ascendente,totalizando R$ 31,4 bilhões ao final de setembro de 2011, crescimento de 24,2% em 12 meses, com 1,5 milhão de veículos financiados.
 
Crédito Imobiliário apresenta crescimento robusto
 
Desde o início de suas operações de crédito imobiliário às pessoas físicas em 2008, o BB apresenta contínuo crescimento e encerrou o terceiro trimestre de 2011 com R$ 5,bilhões nesta modalidade, valor 19,8% maior que o verificado em junho de 2011 e 105,1% acima do valor em carteira no mesmo período do ano anterior. Acrescentando o montante destinado às empresas nesta modalidade, o volume emprestado atinge a marca de R$ 6,3 bilhões.
 
Sob as regras do Programa Minha Casa Minha Vida, o Banco do Brasil já financiou 7.540 habitações populares até setembro de 2011. A previsão é que sejam financiadas 37 mil unidades habitacionais no âmbito do Programa até o fim deste ano.

Crédito à Pessoa Jurídica atinge R$ 199,1 bilhões
A carteira de crédito às pessoas jurídicas encerrou setembro de 2011 com saldo de R$ 199,1 bilhões, o que representa expansão de 4,1em comparação ao segundo trimestre de 2011 e de21,6% em 12 meses. Esse resultado foi impulsionado pela carteira das médias e grandesempresas que além de demandarem crédito por meio de linhas tradicionais (investimento e capital de giro) captaram recursos através de subscrição de títulos privados.
 
No cartão BNDES, o Banco do Brasil permanece na liderança em valores desembolsados e quantidade de cartões e transações. Alcançou ao final de setembro R$ 8,9 bilhões de desembolso acumulado, o que representa evolução de R$ 4,6 bilhões nos últimos 12 meses, com 66% do mercado na emissão de cartões BNDES. Ao final do terceiro trimestre de 2011, a linha apresentou saldo de R$ 5,1 bilhões, incremento de 88,5% em relação ao mesmo período de 2010.
 
Destaca-se também, o Fundo de Garantia de Operações (FGO) que é um mecanismo que complementa em até 80% as garantias exigidas das pessoas jurídicas em empréstimos e financiamentos bancários e amplia a oferta de crédito às empresas, em especial às de micro e pequeno portes. Ao final do terceiro trimestre de 2011, havia 485,6 mil operações com cobertura do FGO, totalizando R$ 8,bilhões. As operações garantidas por esse Fundo representam 25,4% dos desembolsos observados nas linhas que admitem a vinculação dessa garantia.
                                            
  Maior financiador do agronegócio brasileiro: carteira alcança R$ 83,8 bilhões
 
O saldo da carteira de crédito ampliada do agronegócio atingiu R$ 83,8 bilhões ao final do terceiro trimestre de 2011, crescimento de 12,3% em 12 meses, o que corresponde a 61,6% do total emprestado do SFN. Esse desempenho confirma a liderança do Banco do Brasil como o maior financiador do agronegócio em todos os segmentos e etapas da cadeia produtiva, do pequeno produtor às grandes empresas agroindustriais.
 
O Banco do Brasil disponibilizará, para a safra 2011/2012, R$ 45,7 bilhões para operações de crédito rural, volume 17% superior comparado à safra anterior. Deste total, até setembro de 2011, foram desembolsados R$ 12,9 bilhões. Das operações já contratadas, 56,6% foram com uso de mitigadores de risco, dos quais 52,5% com Seguro Agrícola/Proagro e 4,1% com garantia de preço.

 BB confirma sua liderança histórica no Comércio Exterior
 
Os empréstimos de Adiantamento sobre Contratos de Câmbio/Cambiais Entregues (ACC/ACE) encerraram o terceiro trimestre com volume contratado de R$ 5,6 bilhões, aumento de 11,9% na comparação com o segundo trimestre de 2011 e de 111,6% ante o terceiro trimestre de 2010, com participação de mercado de 36,0%.
 
O Banco do Brasil manteve-se como principal parceiro do comércio exterior brasileiro e segue como líder no mercado de câmbio com volume de US$ 23,5 bilhões de exportação e de US$ 12,2 bilhões deimportação, correspondendo a participações de mercado de 30,4% e 22,6%, respectivamente.
                                            
 Inadimplência permanece com índices inferiores ao verificado no SFN
 
Os índices de inadimplência do BB mantiveram-se abaixo do observado no Sistema Financeiro Nacional (SFN) em setembro de 2011.
 
O indicador que mede o atraso das operações há mais de 90 dias (razão entre o crédito vencido há mais de 90 dias e a carteira de crédito) do BB encerrou este trimestre em 2,1%, contra 3,5% do SFN. A maioria dos indicadores de qualidade de crédito do BB permanece em linha com os índices verificados no trimestre anterior.
 
O Banco do Brasil manteve também a prudência e a postura conservadora na gestão do risco do crédito. O saldo das provisões encerrou o trimestre com R$ 18,6 bilhões, o que proporciona cobertura de 219,4% das operações vencidas há mais de 90 dias, enquanto no SFN esse indicador é de 159,6%.

Captações totais alcançam R$ 614,2 bilhões
A base de 55,6 milhões de clientes, aliada à rede de 53,2 mil pontos de atendimento, permitiu que o BB ampliasse sua carteira de depósitos, mantendo sua liderança no Sistema Financeiro Nacional (SFN).
 
O BB registrou R$ 614,2 bilhões em captações totais no final do terceiro trimestre do ano, evolução de19,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em depósitos, o BB captou R$ 419,5 bilhões, volume 20,4% superior ao registrado em setembro de  2010. Neste trimestre, a captação por depósitos a prazo cresceu 7,9% contra o segundo trimestre de 2011.
 
As captações no exterior acumularam US$ 32,6 bilhões no terceiro trimestre de 2011, apresentando expansão de 34,5% comparada ao mesmo período de 2010. Destaque para o crescimento nas captações interbancárias que saltaram de US$ 7,4 bilhões em setembro de 2010 para US$ 9,9 bilhões ao final de igual período de 2011. Das linhas de interbancário com vencimento em setembro de 2011, 120% foram renovadas.

 Liderança em administração de recursos de terceiros
 
O Banco do Brasil, por meio da BB DTVM, permanece como maior administrador de recursos de terceiros, com carteira de R$ 410,8 bilhões em setembro de 2011, expansão de 17,1% em 12 meses e 22,0% de participação no mercado, segundo ranking Anbima. Na visão consolidada, incluindo os 50% dos recursos administrados pelo Banco Votorantim, o montante chega a R$ 424,7 bilhões, equivalentes a 22,7% de mercado.

Parcerias impulsionam o resultado de seguridade no Banco do Brasil
 
As vendas dos produtos de seguridade no terceiro trimestre de 2011 alcançaram faturamento de R$ 5,6 bilhões. Desse montante, R$ 2,5 bilhões foram referentes à Previdência, R$ 803,3 milhões de Capitalização e R$ 2,3 bilhões de Seguros.
 
As receitas líquidas de seguridade (comerciais e financeiras) alcançaram, no terceiro trimestre, R$ 796,1 milhões, variação positiva de 18,8% sobre igual período de 2010. Em nove meses somaram-se R$ 2,3 bilhões, representando crescimento de 28,3% em 12 meses.
                                            
 BB expande seu faturamento com cartões
 
Com uma base de 82 milhões de cartões de débito e crédito ao final de setembro de 2011, o Banco do Brasil registrou 21,3% de participação de mercado em faturamento neste segmento. É importante notar que, em 12 meses, o volume de faturamento em cartões do BB cresceu 25,6%, o que confirma a solidez e a competitividade do BB no mercado de cartões.
                                            
Clientes em foco permanente
 
O Banco do Brasil tem direcionado esforços para melhoria contínua do atendimento de seus mais de 55 milhões de clientes. O programa para rentabilizar a base de clientes continua por meio da abertura de novas agências e a readequação do modelo de atendimento. Com isso, o BB tem ampliado o valor gerado de negócio por cliente, que cresceu 28,6% em 12 meses. Desde o início de 2011, o BB inaugurou 95 novas agências e modernizou 516, inovando também na oferta de canais interativos de atendimento.
                                            
 Índice de Basileia confirma solidez 
O índice de capital (K) do Banco do Brasil encerrou setembro de 2011 em 14,05%, considerando o montante de letras financeiras subordinadas em processo de análise pelo Banco Central para classificação como capital Nível 2. O índice de Basileia apresentado permite a expansão de até R$ 153,6 bilhões em ativos de crédito, considerando a ponderação de 100%.

BB promove inclusão social por meio do Microcrédito Produtivo Orientado
 
O Banco do Brasil iniciou em 21 de setembro sua atuação no Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), alinhada ao Programa Nacional de Microcrédito do Governo Federal (Crescer), que temcomo objetivos elevar o padrão de vida e a geração de empregos, dar oportunidade de novosnegócios, estimular o empreendedorismo e a bancarização. Já em seu primeiro mês de atividade, o MPO registrou mais de R$ 27,0 milhões de desembolsos.
O público-alvo do MPO são as pessoas físicas empreendedores informais, empreendedores individuais formalizados e microempresas com faturamento bruto anual de até R$ 120 mil. Para viabilizar a atuação foram disponibilizadas linhas de crédito específicas, com condições atrativas.
 
 Desenvolvimento Regional Sustentável completa oito anos de inclusão e transformação
A Estratégia Negocial de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS) completou oito anos impulsionando o desenvolvimento sustentável das comunidades onde o Banco do Brasil está presente e apoiando soluções efetivas de inclusão produtiva e social.
Neste período, a Estratégia DRS beneficiou mais de 1,3 milhão de pessoas, por meio de 4.063 planos de negócios em 4.013 municípios, com um volume desembolsado de mais de R$ 11 bilhões em crédito.
                                            
 Pacotes Bônus Ambiental já beneficiam mais de 590 mil clientes
 
Mais de 590 mil clientes aderiram ao Pacote de Serviços Bônus Ambiental, o que representa repasse de aproximadamente R$ 1,2 milhão  às iniciativas de conservação ambiental do Programa Água Brasil, até o final do mês de setembro.
A oferta de produtos e serviços com atributos socioambientais, além de beneficiar os clientes com isenção de juros por dez dias no cheque especial, reforça a missão do Banco do Brasil em contribuir para o desenvolvimento sustentável do País.
 
* Leia o release completo, com tabelas, em anexo.
 
Assessoria de Imprensa Banco do Brasil
(61) 3102-3537 / 3102-3535

Seguidores

Arquivo do blog