quarta-feira, 12 de abril de 2017

Hoje

Hoje, os alunos da 4ª Turma do Curso de Realização em Audiovisual da Escola Pública de Audiovisual (EAV) da Vila das Artes apresentam para a cidade a primeira leva de filmes produzidos por eles que iniciaram o curso em agosto de 2016. A sessão de filmes será aberta ao público e começa às 18 horas, no Cinema do Dragão–Fundação Joaquim Nabuco. Após a exibição haverá debate com os alunos, mediado pela artista visual e ex-aluna da EAV, Raísa Christina. .
O Curso de Realização em Audiovisual é constituído de seis ciclos. Cada ciclo é composto por módulos, divididos nos seguintes eixos: histórico, teórico, linguagem, técnico, aproximativo e ateliê. Na quarta-feira, 12/04, o público assiste a oito filmes produzidos no primeiro ciclo, intitulado Imagem e Cidade. “Os filmes produzidos nesse ciclo apresentam aspectos históricos-teóricos da relação entre imagem e cidade. Esse é o primeiro ateliê de realização, onde surgem os primeiros experimentos de possibilidades que guardam estreita relação entre a linguagem experimental de caráter inventivo”, explica Kennya Mendes, coordenadora da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes.
Além da exibição, os alunos elaboraram ainda duas vídeo-instalações que ficarão abertas à visitação pública, na Vila das Artes, de 17 a 21 de abril, das 14h às 18h. Uma delas, intitulada Reservado para pixadores é uma instalação que surge de uma pesquisa sobre a pixação como demarcação de territórios, pertencimento a cidade, violência, intervenção urbana, subversão, códigos, linguagem e identidades. De acordo com os alunos organizadores, da pesquisa resulta um recorte sobre a prática recorrente de algumas pessoas que ao se depararem com pixadores, os reprimem através do ato de pintar com os jets/spray os corpos desses indivíduos. A instalação trata então do corpo violentado, da identidade e anseios do pixador, censurada pelas forças de opressão.
Já a video-instalação Relampejo traz o corpo como ponto de destaque. “Relampejos são forças intensivas que irradiam, intempestivamente, as potências sensíveis dos corpos. Relampejar como um modo de movimentar-se, transformando os gestos e os sentidos que possam resistir às capturas dos espectros policiais da cidade, onde não há mais o toque de recolher, mas o cruel recolhimento do toque”, explicam os alunos. 
*Todas as atividades são gratuitas.
SERVIÇO
[APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS – ATELIÊ IMAGEM E CIDADE]
[SESSÃO DE FILMES]
O que: Exibição dos filmes dos alunos da 4ª Turma do Curso de Realização em Audiovisual
Quando: 12 de abril de 2017
Hora: 18 horas
Onde: Cinema do Dragão – Fundação Joaquim Nabuco
*Entrada gratuita
[VIDEO-INSTALAÇÕES]
>>”RESERVADO PARA PIXADORES”
>>”RELAMPEJO”
Quando: 17 a 21 de abril de 2017
Horário de visitação: 14h às 18h
Onde: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221. Centro)
*Entrada gratuita
Mais informações: 85 3105.1404
[FILMES E SINOPSES]
>> “GUARARAPES” – Direção: Leonardo Câmara e Polly Di
Sinopse: Um ser vaga por ambiente desconhecido e estrangeiro em busca do lugar de onde veio. transitando entre o sonho e a lembrança, talvez o lugar não seja mais o mesmo.
>> “IRACEMA” – Direção: Francisco Carneiro
Sinopse: Em seu apartamento, Iracema vive um solitário cotidiano.
>> “MEMENTO MORI” – Direção: Íron Ccauan
Sinopse: A morte pelo fogo deveria expurgar-lhe toda dor e sofrimento. Num ato final de loucura, Dante busca esse conforto.
>> “MEMÓRIAS DO SUBSOLO / ou o homem que cavou até encontrar uma redoma/” – Direção: Felipe Camilo
Sinopse: Uma travessia subterrânea entre 1984 e 2016.
>> “SOTURNA” – Direção e Roteiro: Léia Ávila
Sinopse: Mortes trágicas dançam na espiral soturna da noite.
>> “TETO” – Direção: Darwin Marinho
Sinopse: Jéssica aproveita cada espaço de sua nova casa, até que, durante o sono, percebe que algo precisa entrar.
>> “LIQUIDA” – Direção: Clara Capelo e Tuan Fernandes
Sinopse: A solidão. Ser mulher e mãe. Homens, repúdio e desejo. Morrer todo dia e olhar pra morte. As marcas no corpo. Os medos, todos eles.
>> “RUA RIO PARDO” – Direção: Luciana Rodrigues
Sinopse: Nos caminhos cotidianos ver as memórias de uma cidade caindo. Uma rua, Rio Pardo, ameaçada de acabar em nome do crescimento de uma cidade que só cresce para alguns. Rosa, Patrícia, Iracema tem suas vidas ali. Antes dos tratores virem, um filme a partir disso.
[EQUIPES VIDEO-INSTALAÇÕES]:
>>”RESERVADO PARA PIXADORES”
Equipe:
Concepção: Dalvanio Ócio, Rodrigo Ferreira, Paolla Fernandes, Clébson Oscar, Renata.
Pesquisa: Dalvanio Ócio, Rodrigo Ferreira, Paolla Fernandes, Clébson Oscar, Renata.
Pesquisa e edição de imagem: Dalvanio Ócio
Performance e montagem: Dalvanio Ócio
>>”RELAMPEJO”
Equipe:
Realização e Argumento: Léo Silva
Produção: Amanda Rodrigues, João Paulo Pinho e Léo Silva
Fotografia: Alex Hermes
Performance: Felipe Araújo
Preparação de Corpo: João Paulo Pinho
Iluminação: Léo Silva e João Paulo Pinho
Som: Eric Barbosa
Montagem: Abdiel Anselmo
Arte e Figurino: Léia Avila
Técnico de Equipamentos: Eudes Freitas

Nenhum comentário:

Seguidores

Arquivo do blog