terça-feira, 9 de maio de 2017

Amanhã no MP-CE

Amanhã, a Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp) promove, no Plenário do Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE), em Fortaleza, evento para apresentação do diagnóstico referente aos crimes de feminicídio cometidos no Brasil de março de 2016 a março de 2017. O feminicídio é caracterizado como homicídio praticado contra a mulher por razões relacionadas à sua condição de sexo feminino.
O conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) Valter Shuenquener, que exerce o papel de coordenador da Enasp no CNMP, apresentará, aos convidados e gestores da Enasp, um mapeamento que mostrará como a questão do feminicídio está sendo enfrentada no cenário nacional. Serão apresentados dados, como números de inquéritos, denúncias e arquivamentos, além de um comparativo entre o período de março de 2015 a março de 2016 e o de março de 2016 a março de 2017.
O acompanhamento da evolução desses dados demonstra os papéis do CNMP e da Enasp de fomentadores da política de enfrentamento ao feminicídio, em um trabalho conjunto com os gestores da Enasp de cada unidade do Ministério Público brasileiro.
Entre os convidados estão o conselheiro do CNMP Otavio Brito e os membros auxiliares do Conselho; o procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Barroso Rios; a subprocuradora da República Ela Wiecko; a senhora Maria da Penha, cujo caso originou a Lei Maria da Penha; a representante da ONU Mulheres Wânia Pasinato; e a representante da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres Silvia Rita Souza.
Reunião de Trabalho da Enasp
Também no MP-CE, na quinta-feira (11), a Enasp realizará uma reunião de trabalho com o objetivo de aprimorar a gestão do Cadastro Nacional de Casos de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.
Na reunião, os gestores da Enasp responsáveis pela alimentação do sistema debaterão como fazer para que os dados cheguem ao CNMP da melhor maneira possível.
O Cadastro Nacional de Casos de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher foi instituído pela Resolução CNMP nº 135/2016.

Nenhum comentário:

Seguidores

Arquivo do blog