segunda-feira, 29 de maio de 2017

Lamparina de Histórias

Chegando em sua décima sexta edição, o Lamparina de Histórias – Festival de Contos Populares reúne grandes narradores do estado entre os dias 8 e 9 de junho no município de São Gonçalo do Amarante e entre os dias 23 e 24 de junho em Fortaleza. Serão 20 atrações gratuitas, além de feira de artesanato, livros e cordéis.
Apoiado pela Enel Geração Fortaleza, pelo Banco do Nordeste, pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, através do IX Mecenas do Ceará e Ministério da Cultura, o projeto tem marcado o calendário cultural de Fortaleza e São Gonçalo do Amarante como uma ação de valorização da terceira idade, oralidade e cultura popular.
O compromisso é de compartilhar a sabedoria popular para as novas gerações com a participação de mestres consagrados local e nacionalmente como o Mestre Lucas Evangelista (Crateús - CE), Jiddu Saldanha (RJ), grupo Dona Zefinha (Itapipoca), Banda Carmim (Fortaleza) Aldenor Miranda (São Gonçalo) Tamara Bezerra, Fatima Mendes. Ainda na programação estão confirmadas a participação dos contadores Fátima Mendes, Liliane Matos, Galeguinho, Airton Barbosa, Coco do Pecém, Gonçalo, Terezinha Rabelo, Instituto Chico Mota, Maria Rita Mota e Kelvia Piragibe.
O projeto Lamparina de Histórias: Festival de Contos Populares reúne contadores de histórias da terceira idade e amantes da arte narrativa. “Celebramos a memória oral daqueles que sabem guardar por tanto tempo uma boa história”, explica Júlia Barros coordenadora geral do projeto, que já visitou 12 municípios cearenses e alcançou um público cerca de 50.000 mil pessoas. 
Sobre o Lamparina de História
O projeto já esteve em 12 cidades do Ceará: Aquiraz (sede e Batoque), Assaré, Canindé, Caucaia (Boqueirão dos Cunhas), Fortaleza (João XXIII, Dias Macedo, anfiteatro do Centro Cultural Dragão do Mar e Centro Cultural Banco do Nordeste), Itarema, Saboeiro e São Gonçalo do Amarante (sede, Pecém e Taíba), resultando num documentário sobre a prática destes velhos narradores, incluindo as cidades de Beberibe, Hidrolândia, Guaramiranga e Itapipoca.
O Lamparina de Histórias: Festival Nacional de Contos Populares é um evento cultural que reúne narradores tradicionais, urbanos e amantes da velha arte de contar histórias para a celebração da palavra através dos causos, lendas, adivinhas, cordéis, pertencentes à literatura oral e outras manifestações da cultura popular, num grande festejo do fazer narrativo.
Programação
Praça do Pecém
8 de junho, quinta-feira
Exposição de artesanatos, livros e cordéis
9h - Contação de histórias com Fátima Mendes, na Escola Euclides Pereira Gomes.
14h - Contação de histórias com Liliane Matos, na Escola Euclides Pereira Gomes.
15h - Oficina Memória de pescadores com Júlia Barros.
17h30 - Apresentação com o Coco do Pecém, na Praça do Pecém.
18h - Contação de histórias com Tâmara Bezerra, na Praça do Pecém.
19h - Apresentação com a quadrilha Filhos do Sol, na Praça do Pecém.
9 de junho, sexta-feira
Exposição de artesanatos, livros e cordéis
8h - Contação de histórias na Escola Gov. Tasso Jereissati.
8h45 - Contação de histórias na Escola Municipal Socorro Gouveia
9h30 - Contação de histórias no Polo ABC de São Gonçalo do Amarante.
14h - Recital de Cordel com o cordelista Raimundo Nonato Abreu, na escola Euclides Pereira.
18h - Maratona de histórias com narradores de São Gonçalo do Amarante - Cordelista Raimundo Nonato Abreu, Aldenor Miranda, Galeguinho e Airton Barbosa na Praça do Pecém.
19h - Forró pé de serra com a Banda Carmim, na Praça do Pecém.
Lamparina de Histórias no CCBNB/Fortaleza
23 e 24 de junho, sexta-feira
Exposição de artesanatos, cordéis e livros
10h - Roda de histórias com narradores tradicionais da terceira idade: Mestre Lucas Evangelista, D. Terezinha Rabelo e Sr Raimundo, mediação de Tâmara Bezerra.
12h - Recital de cordel com as cordelistas da rede Mnemonise.
14h - Contação de histórias com narradores da terceira idade do Instituto Chico Mota.
14h30 - Oficina de Coco, com Aldenor Miranda.
17h - Apresentação do Coco do Pecém.
18h - Peleja de viola e narrativas com o Mestre Lucas Evangelista.
24 de junho, sábado
Exposição de artesanatos, cordéis e livros
10h - Bate-papo: Memórias afetivas com a neuropsicóloga Juliana Lemos e Maria Rita Mota, contadora de histórias e coordenadora do Instituto Chico Mota. 
12h - Peleja de Viola com o Mestre Lucas Evangelista (Crateús/CE).
14h - Contação de histórias do livro A tardinha... Baseado em 90 vivas tardinhas (Memória de Idosos) - Instituto Unimed Fortaleza.
14h30 - Oficina de gestos para narradores, com o mímico e contador de histórias Jiddu Saldanha (RJ).
18h - Gilgamesh e outras histórias, com Jiddu Saldanha.
19h - Show com a banda Dona Zefinha (CE).

Mais informações:
Facebook e Instagram: Casa do Conto

Nenhum comentário:

Seguidores

Arquivo do blog