Cid, a piada e a desculpa


O governador do Ceará e presidente estadual do PSB, Cid Gomes, pediu desculpas à prefeita de Fortaleza e presidenta estadual do PT, Luizianne Lins, por ter feito uma piada com a Democracia Socialista (DS), corrente que a prefeita integra no PT. O comentário jocoso aconteceu em Brasília, na última quarta-feira, durante uma reunião do PSB. Cid disse que Luizianne fazia parte da DS, "mas se vocês colocarem mais um T fica DST", fazendo referência a Doença Sexualmente Transmissível. No pedido de desculpas, Cid afirmou que fez o comentário em um ambiente fechado. "Sei que isso não se justificada, por isso peço desculpas". destacou.
Já a DS através de uma nota assinada pelo deputado federal Doutor Rosinha criticou a piada do governador. Eis a integra da nota da DS:
""Época de campanha é época de revelações. Alguns, como o candidato Elmano de Freitas do PT e a prefeita Luizianne Lins, também do PT, revelam os programas, propostas e projetos para fazer de Fortaleza uma cidade mais bela e mais justa. Aqueles que não têm proposta ou programa de governo para a cidade revelam seu caráter, preconceito e desamor pela cidade e sua gente. E, revelam das maneiras mais sórdidas, como fez o governador Cid Gomes, do PSB, em relação à prefeita Luizianne Lins e a Elmano de Freitas, candidato do PT.
Estarrecido, li as declarações do governador Cid Gomes comparando a DS (Democracia Socialista), corrente interna do PT a qual milita a prefeita Luizianne Lins, a DST (Doença Sexualmente Transmissível). Assim como Elmano e Luizianne, é com orgulho que sou do PT e da corrente interna Democracia Socialista. A declaração de Cid Gomes, além de revelar profundo preconceito, revela também desprezo às pessoas portadoras de alguma Doença Sexualmente Transmissível, como a HIV/AIDS. São pessoas que precisam de tratamento, solidariedade e amor e não de comparações irônicas e preconceituosas.
Como médico, pediatra e sanitarista, de público condeno a declaração de Cid Gomes e conclamo os eleitores e eleitoras do município de Fortaleza a repelir essa declaração votando em quem tem projetos para a sua vida e para a cidade".

Comentários