BNB aplica Plano Safra

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) aplicou até o final de setembro deste ano, R$ 498,9 milhões do Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/2017. O resultado corresponde a 21% da meta de investimentos até o junho do próximo ano, de R$ 2,3 bilhões.
Foram contratadas 105 mil operações, atendendo a agricultores familiares de todo o Nordeste e norte dos estados de Espírito Santo e de Minas Gerais. No Ceará, foram aplicados R$ 68,2 milhões, em 14 mil contratações.
A atual edição do Plano Safra tem como foco o estímulo à agricultura agroecológica e à produção dos itens integrantes da cesta básica de alimentos. Agricultores familiares que se dedicam à criação de gado leiteiro, abelhas, ovelhas, peixes e cabras e à produção de itens como arroz, feijão, mandioca, tomate e cebola têm condições diferenciadas para custeio, com juros de 2,5% ao ano e prazos de até dois anos para pagamento.
As condições de financiamento também contemplam implantação de sistemas de produção de base agroecológica ou em transição para a metodologia e agricultores que demandem até R$ 20 mil para o plantio de milho.
Podem beneficiar-se do recurso todos os agricultores familiares que disponham de Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP) ativa, não tenham restrição cadastral e apresentem proposta de financiamento com viabilidade técnica, econômica e financeira. Os agricultores também poderão ser atendidos por meio do Agroamigo, programa de microfinança do Banco, que disponibiliza agente de microcrédito para prestar orientação ao crédito, inclusive elaborando a respectiva proposta de financiamento.

Comentários