Começa V Bienal da Dança

A V Bienal Internacional de Dança do Ceará/De Par Em Par, iniciada hoje, segue com programação neste fim de semana em Fortaleza e Sobral. 
Em Fortaleza, a programação artística de amanhã (22) começa com a Conférence Dansée, de Fabrice Ramalingom (França), às 17 horas no Auditório do Dragão do Mar. Às 18 horas, no Teatro do Dragão, a Paracuru Cia de Dança apresenta Praia das Almas, montagem resultante do Percursos de Criação, realizada em parceria com o coreógrafo pernambucano Jorge Garcia, que às 19 horas, sobe ao mesmo palco com Jorge Garcia Companhia de Dança para apresentar Cantinho de Nóis. 
Amanhã, destaque também para o lançamento do Vídeo "Devoração - Como permanecer fortes?", da Companhia da Arte Andanças/Nigéria (CE), às 18h30 no Farol do Mucuripe. No Bom Jardim, Edvan Monteiro apresenta Escarcéu, trabalho desenvolvido este ano nos Trajetos EnCena da Bienal. A apresentação será às 19 horas no Centro Cultural Bom Jardim. No fim de noite, o músico Daniel Groove e DJ Kinas comandam a FRINGE, a partir das 22 horas na Arena do Dragão do Mar. 
Amanhã e domingo em Fortaleza: Lia Rodrigues Cia de Danças em Para que o céu não caia (foto) - O mito do fim do mundo, relatado pelo xamã Yanomami Davi Kopenawa, diz que, rompida a harmonia da vida no universo, o céu – que no idioma Yanomami é entendido por “aquilo que está acima de nós” – desaba sobre todos os que estão abaixo e não apenas sobre os povos das florestas. O relato de Davi Kopenawa foi uma das fontes para a criação de Para que o céu não caia, novo trabalho da Lia Rodrigues Companhia de Danças, que será apresentado amanhã e domingo (23), às 21 horas, no SESC Iracema, em Fortaleza.
Para que o céu não caia estreou em maio deste ano, na Alemanha, em Dresden, onde foi finalizado durante uma residência artística, e depois foi apresentado em Hamburgo, Potsdam, Berlim, Frankfurt e Düsseldorf, como parte do Projeto Brasil. Logo após, Para que o céu não caia foi apresentado no Festival Montpellier Danse, na França, para onde retorna em novembro próximo para uma temporada em Paris, seguindo depois para Grenoble e Toulouse.
Para que o céu não caia foi concebido, entre 2015 e 2016 por Lia Rodrigues e os 11 bailarinos de sua companhia em sua sede, o Centro de Artes da Maré. O embrião da criação foi o projeto piloto Questionário Afetivo–Cultural-Corporal na Maré, parte do projeto Dançando com a Maré, patrocinado pela Globo através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura/Lei do ISS. Neste projeto, os bailarinos da Lia Rodrigues Companhia de Danças, junto com os 18 jovens do Núcleo 2 da Escola Livre de Danças da Maré e de duas estagiárias, percorreram ruas da Maré e pediram a mais de cem pessoas para responderem, de diferentes formas, a um questionário produzido coletivamente. A partir dessa experiência, os bailarinos e estudantes criaram um exercício coreográfico que foi o início do processo de criação de Para que o céu não caia.
Amanhã em Sobral e domingo em Fortaleza: Guia improvável para corpos mutantes, de Airton Tomazzoni (RS) 
Contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015, o espetáculo contemporâneo infanto juvenil Guia improvável para corpos mutantes chega no Ceará para duas apresentações: Em Sobral, amanhã (22), às 17 horas, no Theatro São João, e em Fortaleza no domingo (23), às 19 horas, no Centro Cultural Bom Jardim.
Na ocasião, será lançado o CD com a trilha sonora do espetáculo, assinada por Gustavo Finkler, música instrumental que inclui funks, sambas, rocks e toadas. A ideia de produzir um CD com a trilha surgiu a partir do feedback do público. “Um processo que não quis ser ilustrativo das coreografias, cenas ou gestos. As músicas eram criadas para 'conversarem' com as danças e não apenas as traduzirem. E às vezes eram até embaralhadas. Numa espécie de jogo”, explica o diretor Airton Tomazzoni.
Criação de um coletivo de artistas (Diego Esteves, Fernanda Boff, Kalisy Cabeda, Karenina de los Santos e Douglas Jung) de Porto Alegre (RS), a coreografia dirigida por Tomazzoni é voltada para crianças a partir dos cinco anos. Ela parte da ideia de manuais e guias com orientações usuais na esfera educacional e artística para jogar com os sentidos e criar um universo imaginário e lúdico. Desta maneira, um grupo de bailarinos coloca em dúvida o corpo, suas partes e sua funcionalidade em cenas que buscam redescobrir as possibilidades desse corpo modificar-se por si só, em seus arranjos e configurações, bem com o uso de artifícios simples (vestimentas, objetos) ou recursos tecnológicos cada vez mais usuais como os tablets. 
Com toda a programação gratuita, a V Bienal De Par Em Par acontece até 30 de outubro, com programação também em Juazeiro do Norte, Paracuru, Itapipoca e Trairi. É apresentada pela Petrobras, com o patrocínio do Governo do Estado do Ceará e da Caixa e apoio da Enel, controladora da Coelce, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.
SERVIÇO
Bienal Internacional de Dança do Ceará de Par em Par - De hoje (21) a 30 de outubro em Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, Paracuru, Itapipoca e Trairi. Informações: www.bienaldedanca.com. Infos: bienal@bienaldedanca.com e (85)3268-3034. Toda a programação tem acesso GRATUITO.
PROGRAMAÇÃO
Amanhã (22)
FORTALEZA
10 às 17 horas - Bienal Intala Sesc Dragão - Salas do SESC Iracema
15 horas - Seminário Ida-e-Volta: Dança Brasil-França / Aller-Retour: Danse Brésil-France - Palestra: Desafios para uma história transcultural das danças contemporâneas, com Isabelle Launay (França) – Auditório CDMAC
17  horas - Conférence Dansée - Fabrice Ramalingom (França) - Auditório CDMAC
18 horas - Percursos de Criação: Praia das Almas - Paracuru Cia de Dança (CE) / Jorge Garcia (PE) - Teatro CDMAC
18h30 - Lançamento do Vídeo: Devoração - Como permanecer fortes? - Companhia da Arte Andanças/ Nigéria (CE) - Farol do Mucuripe
19 horas - Trajetos EnCena: Escarcéu - Edvan Monteiro (CE) – CCBJ
19 horas - Cantinho de Nóis - Jorge Garcia Companhia de Dança (PE/SP) – Teatro CDMAC
21 horas - Para que o céu não caia - Lia Rodrigues Cia de Danças (RJ) - SESC Iracema
22 horas - FRINGE: Daniel Groove / DJ Kinas - Arena CDMAC
SOBRAL
17 horas - Guia Improvável para corpos mutantes - Airton Tomazzoni (RS) - Theatro São João
18 horas - Ubuntu - Grupo Nós de Dança (CE) - Theatro São João
Domingo ( 23)
FORTALEZA
10 às 17 horas - Bienal Intala Sesc Dragão - Salas do SESC Iracema
10 horas - Seminário Ida-e-Volta: Dança Brasil-França / Aller-Retour: Danse Brésil-France - Entrevista pública com Andréia Pires, Flávio Sampaio e Paulo Caldas – Auditório CDMAC
13 horas - TransArte - Encontro com Programadores de Festivais - Conferência com Catherine Faudry (França) - Auditório CDMAC
15 horas - Seminário Ida-e-Volta: Dança Brasil-França / Aller-Retour: Danse Brésil-France - Palestra: Temporalidades Coreográficas: Estruturas e Durações, com Geisha Fontaine (França) – Auditório CDMAC
17 horas - Esconderijo dos Gigantes - Inquieta Cia. de Teatros (CE) - Teatro da Boca Rica
17h30 - Devoração – Companhia da Arte Andanças(CE) – Pavilhão Atlântico – Poço da Draga
18 horas - Sacre - David Wampach (França)- Teatro CDMAC
19 horas - Guia improvável para corpos mutantes - Airton Tomazzoni (RS) – CCBJ
20 horas - Trajetos EnCena: Escarcéu - Edvan Monteiro (CE) - Teatro da Boca Ric
21 horas - Para que o céu não caia - Lia Rodrigues Cia de Danças (RJ) - SESC Iracema
22 horas - FRINGE: Viva la Pachanga - Arena CDMAC
SOBRAL
19 horas - A Mão do Meio (Sinfonia Lúdica) - Cia de Danças de Diadema (SP) - Theatro São João
Segunda ( 24)
FORTALEZA
10 às 17 horas - Bienal Intala Sesc Dragão - Salas do SESC Iracema
15 horas - Seminário Ida-e-Volta: Dança Brasil-França / Aller-Retour: Danse Brésil-France - Palestra com Pesquisadores Isabelle Launay, Geisha Fontaine, Cássia Navas, Henrique Rochelle, Leonel Brum e Rosa Primo – Auditório CDMAC
17 horas - U corpo jogado ao mar - Bruno Gomes (CE) - Cena 15
18 horas - Crash! Crash! POW! (Das possibilidades do “não pode”) - Ariel Volkova (CE) - Teatro da Boca Rica
18h15 - Corpo Intruso - João Paulo Lima (CE) - Teatro da Boca Rica
19  horas - Bate-Papo em Francês: A interculturalidade França-Brasil na dança, com Fabrice Ramalingom (França) - Aliança Francesa
19 horas - Écran SoMnambule - Latifa Laâbissi (França) - SESC Iracema
21 horas - Percursos de Criação: Manga com Leite - Alysson Amancio Cia de Dança (CE) /Fauller (CE) - Teatro CDMAC.

Comentários