MP 746

O Congresso Nacional instalou uma comissão especial para estudar a Medida Provisória 746, projeto do Governo Temer que reforma o ensino médio. Membro suplente da comissão, a deputada federal Luizianne Lins (PT-CE) apresentou 25 emendas ao texto original.
As sugestões solicitam, entre outras questões, o retorno da obrigatoriedade das disciplinas excluídas, estabelecimento de carga horária mínima e representação de pais e alunos em colegiados pedagógicos.
A reforma do ensino médio anunciada pelo Governo vem sendo criticada por vários especialistas no conteúdo e na forma (via medida provisória). "A tentativa de impor à sociedade mudanças significativas, sem discussão prévia, confirma o caráter anti-democrático do governo em curso", destaca Luizianne.
"A proposta põe em risco o ensino no Brasil e precariza a escola, com a criação de uma formação técnica que pode aumentar a disparidade entre estudantes da rede pública e privada", finaliza a deputado Luizianne Lins.
Acompanhe a proposta http://bit.ly/2cA1SyL.

Comentários