MRV entrega 31.374 chaves

A MRV Engenharia entregou a seus clientes 31.374 chaves nos primeiros nove meses de 2016, destas 5.667 chaves foram entregues no Nordeste, no Ceará foram entregues no período 1.784 chaves. A meta da companhia e chegar ao final do ano com 38 mil chaves entregues. Esse número expressivo demonstra o grande desafio em atender e superar continuamente as expectativas dos clientes da companhia, que já são mais 275 mil por todo país. A MRV vem investindo continuamente em realizar a entrega das chaves antes da data prevista em contrato.
Segundo o presidente da MRV, Rafael Menin essa conquista foi resultado de um forte investimento em planejamento e capacitação da mão de obra, conferindo maior produtividade aos canteiros de obras. “O planejamento é o ponto chave para termos êxito nesse processo. Os desafios enfrentados são muitos, mas nos dedicamos fortemente a planejarmos a obra desde a compra do terreno até a entrega das chaves ao cliente. Além disso, definir a tecnologia a ser utilizada, agir de forma preventiva e gerir corretamente a mão de obra são outros fatores que impactam diretamente no prazo para a entrega dos imóveis”.
A companhia vem conseguindo a cada dia entregar um percentual maior de obras antes do prazo e para Menin, o maior ganho desse trabalho é na satisfação dos clientes da MRV, que têm a possibilidade de se planejar melhor e tomarem posse do seu bem antes da data do contrato. “Nossos clientes, em sua maioria, são jovens, que estão comprando o primeiro apartamento, seja por serem recém-casados, por morarem de aluguel ou na casa dos pais e sogros. Sabemos que para essas pessoas, antecipar a entrega das chaves é um alívio no orçamento e a realização de um sonho e essa é nossa maior satisfação”, destacou.
A MRV Engenharia
Fundada em outubro de 1979, em Belo Horizonte, a MRV Engenharia é líder nacional no mercado de imóveis econômicos. Em 37 anos de atividades, vendeu mais de 275 mil unidades. É a única construtora brasileira presente mais de 140 cidades de 19 Estados e no Distrito Federal.

Comentários