PF nas Eleições de Goiás e do Distrito Federal

A Polícia Federal no Distrito Federal (DF) atua no combate e prevenção a crimes eleitorais em todos municípios goianos de sua circunscrição. Mais de uma centena de policiais estarão dedicados em tempo integral à tarefa de atender às demandas da Justiça Eleitoral nos 33 municípios de Goiás sob responsabilidade da Superintendência Regional da Polícia Federal no DF.
Além dos policiais dedicados à operação no entorno, toda a Superintendência do DF permanecerá de sobreaviso para acionamento em caso de necessidade.
O trabalho realizado pela PF em 2016, como em outras eleições anteriores, coloca à disposição da Justiça Eleitoral os meios policiais necessários ao célere desfecho de crimes eleitorais como compra de votos e distribuição ilegal de material de campanha.

Antes mesmo do início da votação, por determinação da Justiça Eleitoral, policiais federais do DF cumpriram na quarta-feira (28), em Novo Gama (GO) e no Gama (DF), mandados de busca e apreensão relacionados a um esquema de pirâmide para compra de votos.
No caso, além de empregarem aplicativos de troca de mensagens via internet, os policiais federais também apuram se estava em desenvolvimento um software para realizar o controle, a contagem e multiplicação dos votos comprados.
No quinta-feira (29), foi a vez de equipes de policiais federais cumprirem mandados em Planaltina de Goiás (GO), onde foi encontrada uma vasta quantidade de material de campanha irregular.
A Polícia Federal permanece à disposição da Justiça Eleitoral para cumprimento de outras determinações.

Comentários