Seções auditadas amanhã em Caucaia e Fortaleza

A Comissão de Auditoria do Funcionamento das Urnas Eletrônicas, presidida pelo juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), Francisco Gladyson Pontes Filho, realizou, na manhã de hoje, na Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, o sorteio das duas seções eleitorais – uma de Caucaia e uma da Fortaleza – que terão suas urnas auditadas no 2º turno das Eleições 2016. 

As zonas e seções sorteadas são as seguintes: 118ª Zona Eleitoral – seção 380 – que funcionará na Escola Municipal Paulo Sergio de Sousa Lira, na rua Itaboraí, 264, no Passaré, em Fortaleza; e 123ª Zona Eleitoral – seção 397 – na Escola Dom Antônio de Almeida Lustosa, na Rua Pery, 951, no Parque Albano, em Caucaia. 
O sorteio foi realizado na presença do procurador Anastácio Nóbrega Tahim, do Ministério Público Eleitoral, de representantes dos partidos, coligações e de diversas entidades, além de quatro auditores da empresa Cintra Auditoria de Sistemas Ltda, contratada pelo Tribunal Superior Eleitoral para o exame e validação da organização, condução e conclusão dos trabalhos da Comissão de Votação Paralela, referente ao 2º turno das eleições, em cumprimento ao Contrato TSE nº 59/2016. 
O TRE já providenciou o transporte das urnas, que serão levadas para o auditório do Colégio Ari de Sá, o maior local de votação do Estado, onde no domingo, 30/10, será realizada auditoria nas urnas, com a realização da Votação Paralela, das 8 às 17 horas. Durante os trabalhos de auditoria, os votos assinalados na cédula de votação e posteriormente depositados em urna de lona, são digitados também nas urnas eletrônicas. Os dois processos de votação, além de acompanhados por servidores da Justiça Eleitoral, advogados e representantes dos partidos, são filmados. Ao final, contrapõem-se os resultados. Se forem idênticos, estará comprovado o correto funcionamento da urna eletrônica. 
O presidente da Comissão de Auditoria do Funcionamento das Urnas Eletrônicas, Francisco Gladyson Pontes Filho, afirmou que "este trabalho de auditoria é fundamental para tirar qualquer dúvida sobre a segurança das urnas eletrônicas e levar ao cidadão a certeza de que o seu voto registrado na urna expressa fielmente a sua vontade". O juiz reafirmou ainda a importância da auditoria "que será acompanhada pelos fiscais dos partidos políticos, policiais da PF, representantes de diversas entidades da sociedade e por qualquer cidadão interessado em ver de perto o trabalho da Justiça Eleitoral". 
Além do juiz auxiliar da Presidência do TRE-CE, a comissão é composta pelos servidores Fernando Moura Linhares, representante da Secretaria de Tecnologia da Informação; Ana Lilian Bastos Santana da Cunha, da Secretaria Judiciária; Simone Cellis Gaia, da Corregedoria Regional Eleitoral; e Cláudio Emmanuel Medeiros Dantas, da Secretaria de Administração.

Comentários