Festival Concreto

O "Festival Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana" já começou e segue até o próximo sábado (12), sacudindo a capital com atividades gratuitas em toda a cidade. Os artistas já estão espalhados pela Capital em diversos bairros pintando ao vivo e na rua, apresentando seus trabalhados em graffiti, criando instalações de mobiliários urbanos, performances sonoras, além de dialogar com a população e promover palestras, seminários e vivências. Hoje (9) tem palesra com Ciril23 (ESP) e Chylo (ESP) sobre Graffiti e Tecnologia e Atelier compartilhado. O evento gratuito acontece hoje, às sete da noite, no auditório do Porto Iracema das Artes. Confiram a programação completa no site oficial e nas nossas redes sociais - e destacamos a localização de alguns artistas que já estão em ação: 
- Largo dos Tremembés: Uma parceria do Festival Concreto com o Médico Sem Fronteiras - "O Conexões MSF" se propõe a levar para cada cidade visitada uma intervenção artística duradoura para manter viva a lembrança da ajuda humanitária. A partir de relatos de profissionais de MSF sobre suas experiências em diversas situações, artistas convidados representam com sua arte o que interpretam dos textos. Em Fortaleza, a produção deste Diário de Arte fará parte do Festival Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana. O muro escolhido para o grafite fica no Largo dos Tremembés, na Rua dos Tabajaras, 451– Praia de Iracema e contará com a participação de Fernando França (CE) e Claudio César (CE). A finalização da obra já será no dia 12 de novembro, a partir das 15 horas.
- Bom Jardim - pintura - Ozi (SP) no Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ) 
- Centro - Intervenção - Duplo-cego de Simone Barreto na quarta-feira (9/11) a partir das 10h no entorno do Salão das Ilusões (Rua Coronel Ferraz, 80 - Centro). 
- Centro - Pintura - Mariana Palomino (Ilhas Canárias) pinta a clínica de preços populares, uma entidade filantrópica com parceria do Iprede e do Lar torres de melo, fica na av. Domingos Olímpio nº1234 esquina com a Avenida da Universidade.
- Benfica - pintura - E tem muro colorido no IFCE do Benfica. Os artistas Vander Che, Siba, Pablo Malafaia e William Mophos começaram os trabalhos no dia 7. 
- Viaduto da Avenida Raul Barbosa recebe intervenção do Festival Concreto. Os artistas Dinho Bento (Minas Gerais), Kbeça (Bahia), Weybher Ferreira e Lápis de Lata (Fortaleza) começaram no dia 7/11 a pintura. 
- Estoril - Pintura da artista Maíra Ortins 
- Muro da TV Jangadeiro - Pintura do grupo Baião Ilustrado
- Praia de Iracema - pintura - Coletivo Zin no Porto Iracema
- Praia de Iracema - pintura - Unonueve (CHI) pinta a Rua Antônio Girão Barroso 
- Praia de Iracema - pintura - Cláudio Ethos (SP) pinta no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. 
Em 2016, o Festival Concreto conta com a presença de mais de 100 artistas locais, nacionais e internacionais, serão mais de 35 projetos do Ceará, 25 propostas nacionais e 14 artistas internacionais de nove países (México, Chile, Espanha, Polônia, Argentina, Portugal, Ilhas Canárias, Itália e Inglaterra), além de atividades de formação, residência artística, lançamento de livros e de documentários, bazar de compra de obras e as já tradicionais festas e shows que encantam deixando um legado de criatividade, rebeldia e beleza que vai muito além das tintas.
Formações - Um dos destaques das atividades é a Amplitude, Escola de Arte Urbana, responsável pelas ações formativas, que em parceria com o Centro Cultural Bom Jardim, realizarão Vivências Práticas de Formação, que através de convocatória, 10 selecionados irão receber bolsa-auxílio e serão acompanhados, num processo de aprendizado prático e dialógico, por artistas de renome nacional e internacional. Outro fator importante é o "Seminário Arte Urbana - Cultura Contemporânea", um ciclo de palestras com artistas, produtores e ativistas da arte urbana mundial. Uma ação em parceria com a Escola Porto Iracema das Artes. A formação e o intercâmbio são marcas fortes dessa terceira edição. As atividades de formação acontecem também em parceria com o Laboratório de produção da Quitanda das Artes. 



Exposição Choque Cultural - E a programação do Festival Concreto já está rolando desde o dia 27 de outubro com atividade de pré-lançamento: a Exposição: Choque Cultural no Festival Concreto, 13 anos de produção gráfica segue em cartaz até o dia 10 de novembro na Multigaleria do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, uma oportunidade de conhecer obras de artistas renomados na arte urbana. É pioneira enquanto galeria especializada em arte urbana no Brasil e referência mundial.



Saiba mais - O Festival que nasceu com o propósito de produção e difusão, aproveitando o potencial arquitetônico de Fortaleza, também objetiva promover a interação e o dialogo com as mais diferentes culturas, onde aspectos como a estética, a forma e a cor sejam discutidos, promovendo assim um verdadeiro crescimento na qualidade da produção artística como um todo, buscando estar na vanguarda da arte urbana. Em 2015, o Festival Concreto contou com participação de 25 artistas de doze países, 30 artistas nacionais, 100 artistas locais, cinco bandas e o lançamento do projetos Cine Mara Hope, com a exibição do filme “Medo do Escuro”, do cineasta Yvo Lopes. Outra atração foi o Mobiliário Urbano, que promoveu a instalação da arquibancada para o pôr do sol na Praia de Iracema. Já a primeira edição, em 2013, reuniu 117 artistas nacionais e internacionais em exposições, intervenções, workshops, oficinas e palestras, técnicas e linguagens, como o muralismo, o graffiti, a música e a dança.



Festival Concreto 2016 - patrocínios: ENEL, Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor) e Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE).



Programação Festival Concreto 2016: www.festivalconcreto.com.br



Serviço:



Festival Concreto 2106 - De 4 a 12 de novembro em Fortaleza



Comentários