Prestação de contas



O Projeto de automatização dos procedimentos de análise dos processos de prestação de contas, do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE), denominado Sistema Ágora, foi apresentado, na manhã de hoje (15), aos Secretários de Estado, jurisdicionados a esta Corte. O encontro aconteceu no plenário do Edifício 5 de Outubro. Coube ao presidente do TCE, conselheiro Edilberto Pontes, a explanação inicial. “O TCE tem esse grande desafio: julgar contas bem e rápidas. É um direito dos gestores e um dever da Corte. O Sistema Ágora está sendo desenvolvido com esse objetivo, o de julgar as contas da forma mais célere sem perder qualidade, pelo contrário, ganhar informações que possam ser utilizadas em outras fiscalizações e ações de controle. Tenho certeza que dará frutos bem proveitosos para o Tribunal de Contas do Estado e para a sociedade cearense”. 

A 3ª etapa consiste no desenvolvimento de estratégias e instrumentos tecnológicos de informação e comunicação para automatizar os procedimentos. As próximas etapas são a implementação da ferramenta e o treinamento dos usuários. Roberto Silva, representante da empresa Ernst & Young Assessoria Empresarial Ltda., levou ao público a apresentação do status do projeto e os próximos passos, que tem como prazo estimado de conclusão novembro de 2017.
De acordo com balanço da EY, até o momento aconteceram 46 reuniões de mapeamento dos fluxos, além de entrevistas com conselheiros, secretários, analistas, assessores e gerentes. O desafio do Sistema é a otimização, que reduzirá esforço para coleta de informações; dará maior agilidade à montagem de informações; melhorará o grau de assertividade dos dados; simplificará o processo de análise das prestações de contas anuais; e reduzirá o tempo de julgamento das prestações de contas.
Na ocasião, os gestores das Secretarias estaduais tiraram dúvidas sanadas e também opinaram sobre a nova ferramenta, apontando sugestões de melhorias. Para os gestores, a iniciativa é louvável. “Não só é um grande avanço tecnológico, mas também um facilitador para que as prestações de contas ganhem agilidade, eficiência e os gestores possam ter uma contribuição mais rápida nos processos de análise das contas dos gestores junto ao Tribunal de Contas”, destacou Maia Júnior, secretário do Planejamento e Gestão.
Sistema Ágora
O Projeto tem como objetivo principal a automatização da análise dos processos de prestação de contas do TCECeará, através da criação da ferramenta Ágora. O Sistema consiste em cinco fases:
1- Diagnóstico e mapeamento dos fluxos atuais de análise das prestações de contas;
2- Redesenho dos fluxos;
3- Sistema de informação para automatização do processo de análise de prestação de contas entregue e homologado;
4- Elaboração do plano de treinamento e transferência de tecnologia à Secretaria de Tecnologia da Informação; e
5- Acompanhamento da implantação do novo processo e da solução informatizada, realização de correção/ajustes/melhorias e, se necessário, customizações.
Para responder pela gestão, acompanhamento e fiscalização do Contrato nº 21/2016, firmado com a Ernst & Young, o TCE instituiu uma Comissão com os seguintes servidores: Ricardo Araújo Ferreira, Eugênio de Castro e Silva Menezes, Delinda Maria Almeida de Oliveira, Francisco Cláudio Ferreira Reis e Marcos Teixeira Bezerra. Na suplência estão Paulo Alcântara Saraiva Leão e Yuri Magalhães do Carmo.

Comentários