Hoje na AL-CE

Sessão solene em homenagem aos 50 anos de fundação da Escola Estadual de Ensino Profissional Joaquim Nogueira
Augusta Brita e Chico Lopes na homenagem aos 50 anos do Colégio Joaquim Nogueira, hoje na AL-CE (foto Paulo Rocha)
A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) comemorou, em sessão solene no Plenário 13 de Maio, hoje, os 50 anos de fundação da Escola Estadual de Ensino Profissional Joaquim Nogueira. A solenidade foi solicitada pela quarta secretária da Mesa Diretora, deputada Augusta Brito (PCdoB).
Augusta Brito, que presidiu o evento, destacou que Joaquim Nogueira é a única escola da América Latina a oferecer formação profissional para surdos. “Faz uma grande diferença na vida dessas pessoas”, assinalou. A parlamentar destacou que grandes profissionais passaram pela escola, contribuindo para a qualidade do ensino. Lembrou ainda que a instituição tem recebido diversos prêmios nacionais e regionais, como o 28º Prêmio Jovem Cientista 2014, na categoria Mérito Institucional; Copas Regionais; alunos premiados na Olimpíada Brasileira de Matemática; Olimpíada de Física e nas feiras estaduais de ciências da Secretaria da Educação do Ceará.
O deputado federal Chico Lopes (PCdoB/CE), que trabalhou na escola e um dos homenageados, manifestou alegria pelo destaque. “Tive o privilégio, a honra e a responsabilidade de trabalhar nessa escola. Não sei bem por quais motivos, nem sei se sou merecedor, mas aceito essa homenagem com um sorriso no rosto, de muito bom grado, muito feliz pela lembrança e pela disposição", afirmou.
Segundo o deputado, o colégio é responsável pela formação de várias gerações de cidadãos e se tornou uma das principais referências no Ceará. O parlamentar disse que a escola atende a estudantes dos mais diversos bairros de Fortaleza, “que veem no colégio o diferencial da qualidade e sabem que ali terão a certeza da melhor formação.”
Manifestaram-se ainda Elizabeth Chagas, diretora da escola; Jussara de Luna Batista, funcionária da Coordenadoria da Educação Profissional da Secretaria de Educação do Ceará (Seduc), e o professor Júlio Cesar Augusto Maia, coordenador do Curso Técnico em Segurança do Trabalho.
Durante a solenidade, foram entregues placas ao deputado federal Chico Lopes (PCdoB), bem como a ex-professores e ex-diretores que marcaram a história do colégio. A condecoração in memoriam foi para os diretores Onofre Vieira Silva, José Lindemberg Barbosa e Machidovel Trigueiro de Oliveira.
Os ex-diretores Maria de Lourdes Lima e Sousa, Augusto Ceasar da Costa Cavalcante, José Hiran Farias Alencar, Tânia Sombra (2001 a 2003), Gonçalo Flamarion Lopes e Silva Antônio Carlos da Silva (2005 a 2008) também estão entre os agraciados. 
O colégio foi inaugurado em 16 de março de 1967, como anexo do Liceu do Ceará. Desde então, passou por diversas mudanças e formou nestas cinco décadas milhares de alunos em diferentes modalidades de cursos: ginasial, colegial, técnicos, tempo de avançar e supletivos.

Comentários