No Hospital São Camilo

Atualmente, na área de Ortopedia e Traumatologia, o Ceará dispõe de apenas 15 vagas de residência médica por ano, sendo sete destinadas ao Instituto José Frota (IJF), três da Universidade Federal do Ceará (UFC), no Hospital Walter Cantídio, no campus do Porangabuçu, três no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e outras duas do campus da UFC em Sobral.
Essas vagas correspondem a menos de 2% dos médicos formados no Ceará por ano, o que sinaliza uma carência muito grande de vagas na área. Visando contribuir para a melhoria desse cenário, o Hospital São Camilo Fortaleza lançou, no último dia 24 de fevereiro, edital do processo seletivo para preenchimento de vagas para o Programa de Especialização Médica em Ortopedia e Traumatologia credenciado à Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), referente ao ano de 2017. Por meio do programa, o especializando irá realizar treinamento formal nesta área da medicina e estará apto a submeter-se à prova de título ao final do período do programa para obtenção do Título de Especialista junto à SBOT e à Associação Médica Brasileira (AMB).
A ideia de lançar esse programa de treinamento faz parte da busca do Hospital São Camilo Fortaleza em consolidar sua posição como centro formador profissional nas diversas esferas da saúde. O Hospital passou a atuar na área de Ortopedia e Traumatologia em maio de 2016, quando iniciou o atendimento nesta especialidade oferecendo estes serviços em seu Pronto-Atendimento, das 8 às 22 horas, bem como realizando procedimentos cirúrgicos em caráter emergencial e eletivo em seu novo Centro Cirúrgico. Em outubro do mesmo ano, foi inaugurado o Ambulatório de Ortopedia Especializada para consultas agendadas com sub-especialistas. Desta forma, o Hospital estava capacitado a investir na área de formação médica dessa especialidade, por isso foi iniciado o processo de credenciamento da instituição para oferta de estágio de especialização junto à Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) através de sua Comissão de Ensino e Treinamento, entidade acreditadora da área. “Quando começamos a atuar no Hospital São Camilo Fortaleza, lançamos alguns projetos. Primeiro, a movimentação do centro cirúrgico, depois a criação do Ambulatório de Ortopedia e, para o futuro, investiríamos na formação médica na área, pois fazia parte do plano de desenvolvimento estratégico da rede São Camilo ter o Hospital São Camilo Fortaleza como uma instituição de ensino”, conta o coordenador geral do Programa de Especialização em Ortopedia e Traumatologia, Guilherme Colares.
Poderão se inscrever para o processo seletivo do Programa de Especialização em Ortopedia e Traumatologia, profissionais formados em curso de graduação em Medicina, devidamente autorizado e reconhecido pelo MEC. As inscrições estão abertas até o dia 15 de março. As provas serão realizadas nos dias 19 e 25 de março, em duas fases. A primeira fase, eliminatória, constará de provas escrita de conhecimentos médicos, de múltipla escolha, com 100 (cem) questões nas áreas básicas de Pediatria, Clínica Médica, Cirurgia Geral e Ginecologia-Obstetrícia. A segunda fase será constituída de prova prática, análise curricular e entrevistas. As avaliações serão realizadas no Auditório do Hospital São Camilo Fortaleza (Rua Costa Barros, 833 – 4o andar – Centro, Fortaleza – CE). O estágio de especialização terá início no dia 03 de abril de 2017.
Processo de Credenciamento
A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) credenciou, no início de fevereiro de 2017, por unanimidade, o Programa de Especialização em Ortopedia e Traumatologia do Hospital São Camilo Fortaleza. “Na carta de credenciamento, nós fomos unanimemente aceitos pela Comissão de Ensino e Treinamento da SBOT, em razão da excelente estrutura do Hospital São Camilo Fortaleza e do nosso corpo clínico muito comprometido e muito bem formado tecnicamente”, reforçou Guilherme.
O credenciamento da SBOT, além de imprescindível para a formação de médicos especialistas em Ortopedia e Traumatologia, garante ainda que o especializando saiba, logo no primeiro dia do estágio, como será todo o programa, em seus três anos de duração, quais são suas obrigações e direitos, bem como as responsabilidades do hospital para com o programa. “Um dos objetivos da visita de credenciamento é também proteger o especializando, ou seja, é ter certeza que no programa ele terá apoio técnico, formação, suporte financeiro, local de estudo, biblioteca, tudo para garantir a qualidade da formação do médico”, explicou Guilherme.
O processo de credenciamento iniciou em junho de 2016 quando o Hospital São Camilo Fortaleza deu entrada no pedido de credenciamento do Programa de Especialização em Ortopedia e Traumatologia da instituição junto à Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). Em setembro, a entidade enviou uma comissão para avaliar se o Hospital preenchia os requisitos para o credenciamento. “Recebemos uma visita de credenciamento da SBOT que passou por todas as áreas do hospital (ambulatório, emergência, enfermaria, centro cirúrgico, etc.). Tivemos que preencher uma série de critérios, incluindo corpo clínico, número de pacientes atendidos, números de cirurgias, números de sub-especialidades, etc)”, contou Guilherme Colares.
Para o credenciamento foram firmados convênios entre o Hospital São Camilo Fortaleza e o IJF, para que o Hospital atue como uma unidade secundária no referenciamento de pacientes num perfil determinado, para que a instituição tenha material clínico de pacientes para compor o estágio de especialização, e, por meio da Secretaria de Saúde do Estado, com o Albert Sabin e outros hospitais da rede pública estadual. “Temos um convênio com a Secretaria de Saúde do Estado para que o especializando possa passar no Hospital Infantil Albert Sabin para o estágio de ortopedia pediátrica, e com o IJF para o estágio de trauma. Todas as residências do Estado utilizam essas instituições para os estágios nessas sub-áreas”, explicou Guilherme.
Corpo Clínico em Ortopedia e Traumatologia
O corpo clínico do Hospital São Camilo Fortaleza foi um dos pontos que contribuíram significativamente para o credenciamento do Programa de Treinamento em Ortopedia e Traumatologia. “No nosso corpo clínico temos médicos de todas as sub-especialidades da Ortopedia (mão e micro-cirurgia, ombro e cotovelo, coluna, quadril, joelho, pé e tornozelo, ortopedia pedriática, oncologia, medicina esportiva, fixadores externos, doenças osteo-metabólicas). Em quase todas as especialidades, temos mais de um”, contou Guilherme Colares.
O Programa de Treinamento em Ortopedia e Traumatologia no Hospital São Camilo Fortaleza tem como coordenador geral Guilherme Moura Colares; na Supervisão,  Diogo Araújo Farias Junior; e como secretário executivo, José Queiroz Lima Neto. Na coordenação, estão ainda Juvencio Castro e o Eduardo Guedes.
Planos para o futuro
A implantação do Programa de Treinamento em Ortopedia e Traumatologia no Hospital São Camilo Fortaleza é o primeiro passo para que, futuramente, programas de sub-especialização sejam implantados. No Ceará, só existem dois programas de sub-especialização na área de Ortopedia e Traumatologia, sendo um em Trauma (no IJF) e um em Quadril (no HGF). Para todas as outras áreas, o profissional tem que buscar cursos de formação fora do Estado.
Desta forma, o Hospital São Camilo Fortaleza vislumbra posicionar a instituição como um centro de referência em treinamento na área de saúde do Ceará. “Nós pensamos na instituição de um programa de treinamento do especializando em Ortopedia como um núcleo de treinamento em radiologia, enfermagem, fisioterapia, psicologia, técnicos diversos etc., pois quando você implanta um programa de especialização, você implanta também um centro de qualidade, onde se faz necessário investimento em tecnologia, em estudo, em padronização de protocolos e rotinas, que precisam acontecer por ocasião do programa de treinamento e isso acaba se difundindo para todas as outras áreas do hospital”, reforçou Guilherme Colares.

Comentários