Camilo em Brasília

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) se reuniu hoje (6), em Brasília, com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. Em discussão, a retomada das obras da Transposição do São Francisco e a liberação de recursos para obras emergenciais no Ceará, como a construção de adutoras em municípios da região do Jaguaribe.
Durante o encontro, ficou definido que o governador articulará uma reunião entre os estados do Nordeste beneficiados com a Transposição (Além do Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco) e a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lúcia, para tratar sobre o assunto. A licitação do eixo Norte, que levará a água até Jati, no Cariri, está suspensa por determinação judicial.
"Essa obra é importantíssima para a garantia da segurança hídrica para nosso estado. Por isso, é fundamental que a obra seja retomada o mais rápido possível. Me comprometi em articular com os outros três governadores que são atendidos pela Transposição para que a gente faça uma reunião com a presidente Carmen Lúcia, para tentarmos reverter essa decisão judicial”, disse Camilo Santana.
Obras emergenciais
Acompanhado do secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, o governador conversou com o ministro sobre o plano de trabalho de R$ 59 milhões para a construção de cinco adutoras, que beneficiarão municípios como Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Boa Viagem, Capistrano, Itapiúna, Quixeré (Distrito de Lagoinha) e Jaguaruana.
“Mostramos a situação hídrica do Ceará com a recarga pequena que tivemos na região do Jaguaribe. Essas ações emergenciais devem garantir que possamos atravessar o ano sem falta d’agua", disse o governador.
Cinturão das Águas
Ainda durante a reunião, o ministro da Integração Nacional autorizou o empenho de R$ 60 milhões para as obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC).

Comentários