No TJA

OFCE se apresenta hoje no TJA (foto Cris Carvalho)
Fortaleza recebe na noite de hoje um evento pra lá de especial. A Orquestra Filamônica do Ceará, comandada pelo diretor e maestro Gladson Carvalho, faz um tributo a Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, a partir das 19h30, no Theatro José de Alencar. A apresentação conta ainda com a participação do músico Freitas Júnior no acordeom. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do TJA.
A OFCE surgiu em maio de 1998, em reunião na casa da mãe de seu criador, o maestro Gladson Carvalho. Com intuito de reunir os melhores músicos do Ceará em um trabalho ousado, promovendo formação de plateias, laboratório profissionalizante, geração de trabalho e renda para cerca de 70 profissionais da música.
A Filarmônica do Ceará tem contribuído para conter a constante demanda de talentos musicais que o estado perde e ainda perde para outras terras, devido à falta de incentivos e recursos para manter-se em atividade. A OFCE é um sonho realizado, em concertos de porte nacional e internacional, além de duas óperas, O Cientista e O Jesuíta.
Assim como as filarmônicas do mundo inteiro, a Filarmônica do Ceará é mantida pela iniciativa privada, mediante doações, patrocínios e projetos culturais, e recentemente lançou o Projeto Sócio Contribuinte, nas categorias Estudante, Professor, Empresário e Empresa, que dá direito aos associados a entrada gratuita nos concertos e shows, e a compra de CDs e DVDs, acesso a aulas de flauta, violino, viola, violão e piano com 50% de desconto.
Atualmente com 19 anos, a OFCE tem trilhado um caminho desafiador para continuar existindo. A sensibilização dos empresários é urgente, a fim de que esse projeto continue semeando talentos e colhendo maravilhosos frutos em prol da harmonia entre corpo e espírito.
O evento é apoiado pelo Governo do Estado do Ceará, Teatro José de Alencar, Orquestra Filarmônica do Ceará e D&E Entretenimento.
SOBRE FREITAS FILHO
Freitas Filho, nascido e criado em Fortaleza, desde os 14 anos tem a sanfona como instrumento único e de trabalho, por conta do bom gosto e conhecimento musical de seu pai. Já tocou com artistas de nível nacional como Dominguinhos, Elba Ramalho, João Claudio Moreno, Fagner, Beto Barbosa, Neo Pineo, Flávia Venceslau, Fausto Nilo, Marcos Lessa, Flávio Leandro, entre outros. Faz parte como solista na Orquestra Sanfonas do Ceará. É aluno e faz parte do grupo do consagrado Tarcísio Sardinha. Tem na sua sanfona o sertão e o jazz lado a lado, e hoje aos 20 anos tem um trabalho solo tocando o que há de melhor na música Brasileira.
SERVIÇO
Quando: Quinta-feira, 22
Onde: Theatro José de Alencar
Hora: 19h30
Valor: R$ 15 (meia) | R$ 30 (inteira)
Vendas: Bilheteria do Theatro José de Alencar
Informações: 85 98899.0644.

Comentários