Transposição

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque (PDT), comemorou a decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, que determinou a retomada das obras da transposição das águas do rio São Francisco – Eixo Norte, que beneficia os estados do Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba.
A ministra suspendeu os efeitos da decisão proferida pelo desembargador Souza Prudente, relator do agravo de instrumento do TRT-1ª Região, que havia paralisado as obras desde junho de 2016. Esse trecho da transposição está estimado em cerca de R$ 500 milhões.
"A Assembleia fez sua parte. Convocou parlamentares, fez reuniões, foi ao STJ, o governador Camilo Santana foi ao Ministério da Integração Nacional e teve encontros em Brasília sobre o assunto. Todos fizeram o mesmo apelo para que se resolvesse problema", afirmou Zezinho Albuquerque.
No dia 15 de maio passado, uma comitiva de parlamentares cearenses encabeçada por Zezinho Albuquerque participou de audiência com a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz. O encontro foi para tratar sobre o impasse jurídico que impedia a retomada das obras de transposição das águas do rio São Francisco, no trecho entre os municípios de Cabrobó, em Pernambuco, e Jati, no Ceará.
A comitiva de parlamentares foi composta por Zezinho Albuquerque, Audic Mota (PMDB), Tin Gomes (PHS), Fernanda Pessoa (PR), Leonardo Araújo (PMDB), Elmano Freitas (PT) e Carlos Matos (PSDB).

Comentários