Ação de ​cadastro de medula óssea

Foto: Divulgação
A Aço Cearense incluiu o cadastro de medula óssea entre os serviços que serão promovidos para os seus mais de 2 mil colaboradores, durante o projeto “Point Saúde”, dentro do programa Viva Bem, uma realização da área de Qualidade de Vida e Benefícios da empresa. Com o Point Saúde, os colaboradores da empresa e da Aço Cearense Industrial têm a oportunidade também de aferir pressão, ter acesso à dosagem da glicemia, atendimento odontológico, receber serviços de massoterapia e participar de palestras, uma delas, inclusive, sobre a importância de cadastrar-se no banco de medula óssea e ser um potencial doador. O cadastro dos colaboradores interessados em ser doadores acontece a partir de hoje (26) e vai até sexta-feira (28).

Atualmente, mais de mil pessoas no Brasil esperam por um transplante de medula óssea. Apesar dos quatro milhões de brasileiros inscritos no cadastro nacional de doadores de medula óssea, ainda não é suficiente, por conta da variedade genética, o que muitas vezes pode dificultar o encontro de uma medula compatível. Para se ter uma ideia, as chances de encontrar um doador compatível são de 1 em 100 mil. Dessa forma, é preciso ter muito mais gente.

Para a coordenadora do setor de Qualidade de Vida e Benefícios da Aço Cearense, Eliana Freitas, ações como essas fazem parte da responsabilidade social que a empresa busca praticar e incentivar os seus colaboradores. “Além de estarmos sempre promovendo iniciativas de olho na qualidade de vida, saúde e bem estar da nossa equipe, buscamos também, sempre que possível, incentivá-la a fazer o bem no dia a dia. Sabemos da importância desse cadastro na preservação de tantas vidas e tivemos a ideia de nos colocar também à disposição”, reforçou Eliana.​

Comentários