Na AL-CE

A Comissão de Seguridade Social e Saúde da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) realiza, nesta tarde audiência pública para discutir a situação da segurança dos servidores e profissionais de saúde. O debate, de iniciativa dos deputados Carlos Felipe (PCdoB), presidente do Colegiado, e Augusta Brito (PCdoB), acontece no Complexo de Comissões Técnicas, atendendo solicitação dos servidores lotados em unidades de saúde do Estado.
O deputado Carlos Felipe informa que desde 29 de junho o Conselho Federal de Farmácia iniciou campanha nas redes sociais para tratar da violência contra os profissionais de enfermagem. “Serão três meses de campanha para promover o diálogo aberto com a sociedade, governo e autoridades especialistas na área de saúde”, adianta. De acordo com os dados apresentados pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), quase 20% dos profissionais já sofreram algum tipo de violência no ambiente de trabalho, que vai de violência psicológica à física.
“O fato de a categoria de enfermagem ser majoritariamente formada por mulheres, cerca de 86%, agrava ainda mais o quadro e insere a questão em um debate mais amplo de violência contra mulher”, diz a deputada Augusta Brito.
Foram convidados para a audiência representantes das secretarias municipais de saúde, Estadual de Saúde, unidades de pronto atendimento, hospitais estaduais, regionais e a população em geral.

Comentários