Mais de 60% dos cartórios de registro civil no Ceará ainda não informatizaram seus serviços

Mais de 60% dos cartórios de Registro Civil no Ceará ainda estão com sistemas pouco informatizados e com serviços muito aquém do ideal em matéria de automação. Com o objetivo de oferecer a esses cartórios a oportunidade de modernizar seus serviços, melhorar os processos e agilizar os atendimentos à população, a Arpen/Ceará (Associação Cearense dos Registradores de Pessoas Naturais) lança amanhã (12), sábado, o Programa de Modernização e Valorização do Registro Civil do Ceará.

A iniciativa é uma parceria da associação cearense com o Sindicato dos Registradores Civis do Estado de Minas Gerais (Recivil) e o Sebrae-Ceará. A solenidade de apresentação do programa reunirá imprensa, titulares e representantes de cartórios da capital e interior do Estado, e será realizada às 9 horas, no auditório do Sebrae/CE (av. Monsenhor Tabosa, 777), em Fortaleza. A Arpen/Ceará estima atualmente a existência de mais de 400 cartórios de Registro Civil em todo o Estado.

Na oportunidade, será lançado o software CARTOSOFT, criado pelo núcleo de informática do Sindicato de Minas Gerais, e destinado a automatizar os cartórios de Registro Civil, com todas as rotinas de um cartório de Registro Civil e a parte de notas, com autenticação de cópias, abertura e reconhecimento de firmas e procurações, além de controle de caixa e conexão à Central Nacional do Registro Civil e à Receita Federal, para a emissão do CPF dos recém-nascidos.

SERVIÇO
Data: 12 de agosto (sábado)
Horário: 9 horas
Local: Auditório do Sebrae/Ceará (Av. Monsenhor Tabosa, 777 – Fortaleza/CE)


Comentários