Pular para o conteúdo principal

BNB discute desenvolvimento de Fortaleza


Os dirigentes do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) foram recebidos no Paço Municipal de Fortaleza (foto Thiago Gaspar).

Na pauta implantação de iniciativas no âmbito do desenvolvimento econômico local.

Participaram da reunião o 
presidente do BNB, Romildo Rolim; o diretor Financeiro e de Crédito, Aloísio Carvalho; o diretor de Administração, Cláudio Freire; o chefe de Gabinete, Andrade Costa; superintendente Financeiro, Gustavo Dorea; prefeito Roberto Cláudio (PDT); o secretário Chefe de Gabinete, Marcelo Pinheiro; e o secretário de Governo, Samuel Dias.

Existe a proposta de articulação para estudar a implantação de Agência do NBD (New Development Bank), o Banco dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) , no Nordeste, de preferência em Fortaleza, em parceria com o BNB, sendo este o braço operacional do banco multilateral.

Além disso, por meio do projeto Bairro Empreendedor, Roberto Cláudio sugeriu que possam ser desenvolvidas ações que fortaleçam a microeconomia local em 20 áreas de Fortaleza, fomentando a regularização e o crescimento de micro e pequenos empreendedores.

O projeto prevê o desenvolvimento de eixos paralelos, como a criação da Rua do Comércio e a sistematização de compras governamentais para micro e pequenos empresários. O estímulo ao uso de microcrédito e à utilização de moeda local, em compras locais, também estiveram em pauta.

As iniciativas pensadas conjuntamente entre Prefeitura e BNB servirão para impulsionar o cenário de transformação produtiva pelo qual passa a Capital.

Segundo Roberto Cláudio, “historicamente as questões desenvolvimento da economia nunca foram preocupação específica dos municípios. Mas nós queremos intervir com políticas públicas que dinamizem a geração de emprego e renda em nossos bairros, porque ao estimular a economia criamos condições objetivas de melhorar as condições de vida de nossa gente”.

De acordo com o presidente do BNB, Romildo Rolim, a expectativa acerca do impacto da união de esforços é muito positiva.

“O objetivo do BNB, alinhado à Prefeitura de Fortaleza, é de levar microcrédito e linha de crédito a microempreendedores. Neste primeiro encontro, foi dado o primeiro passo para a consolidação de nossas ideias conjuntas e de nossos projetos convergentes. Agora, nossas equipes conversarão e, em breve, serão iniciados os desdobramentos. Vamos trabalhar para ampliar e potencializar esse trabalho, financiar e melhorar a vida das pessoas para que desenvolvam as suas atividades e cresçam”.

O cenário de fomento ao empreendedorismo deverá ser reforçado a partir da implantação de disciplina voltada à temática no currículo das escolas públicas, democratizando o conhecimento e oferecendo capacitação aos fortalezenses.

Comentários

Mais lidas da semana

Meninas com câncer realizam hoje sonho da festa de 15 anos à beira mar

Nesta terça-feira, dia 15 de agosto, às 16h30, a barraca Gran Royal, na Praia do Futuro, em Fortaleza, será palco de uma festa especial. Jovens com câncer atendidas pela Associação Peter Pan comemorarão seus quinze anos com toda a pompa e circunstância que a ocasião requer. A ação voluntária é uma iniciativa da Liven Eventos, empresa especializada na realização de festas temáticas personalizadas, que por meio do Projeto Essência reúne dezenas de profissionais do mercado cearense para realizar o sonho das debutantes atendidas pela Associação Peter Pan.

Abertas inscrições para edição 2018-2019 do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo

Profissionais de imprensa de todo o Brasil já podem inscrever-se na nova edição do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional. O link para submissão de trabalhos e o regulamento completo estão disponíveis em www.bnb.gov.br/web/premio-banco-do-nordeste-de-jornalismo. Na edição de 2019, poderão ser inscritas matérias veiculadas de primeiro de janeiro de 2018 a 29 de março de 2019.


A iniciativa premiará as melhores produções jornalísticas que abordem ações promotoras de desenvolvimento regional, localizadas na região Nordeste ou norte de Minas Gerais e do Espírito Santo (área de atuação do BNB). Ao todo, serão R$ 234 mil em prêmios, distribuídos em 18 categorias.

O Grande Prêmio Nacional reconhecerá material que tenha como temática "Microcrédito urbano como ferramenta de desenvolvimento econômico e social". Concorrem nas demais categorias, trabalhos que abordem o desenvolvimento regional considerado em seu sentido mais amplo, incluindo suas vertentes de or…

Semace aponta que praias da Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol estão impróprias para o banho neste fim de semana

Boletim da Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) aponta que três praias de Fortaleza estão impróprias para banho neste final de semana: Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol.


O boletim indica condições de banho para as praias do Futuro, Volta da Jurema, Acquário Ceará, Escola de Aprendizes Marinheiros, Iracema, Náutico, Beira-Mar (foto) e Foz do Rio Ceará.

Produtoras receberão R$ 36,8 milhões para parcerias internacionais

Produtoras brasileiras de audiovisual receberão investimento de R$ 36,8 milhões para coproduções com outros países. A Agência Nacional do Cinema (Ancine) será responsável por destinar os recursos. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da agência, Christian de Castro, durante a 10ª edição do Ventana Sur, evento que ocorre até esta sexta-feira (14), em Buenos Aires.
Serão R$ 18,15 milhões para cinema e R$ 18,65 milhões para TV, investidos por meio do Edital de Coprodução Mundo, cujas inscrições começam em janeiro. A seleção funcionará na modalidade de fluxo contínuo e atenderá projetos cujas produtoras brasileiras sejam minoritárias ou majoritárias. Serão exigidos contratos de distribuição para os projetos de cinema e de pré-licenciamento para os de TV.
De acordo com Christian de Castro, o objetivo é fazer com que o empreendedor do audiovisual brasileiro consiga ser mais competitivo no mercado internacional, para atrair mais investimentos. "Nos últimos anos, a Ancine tem coloca…

Museu Nacional tem 51% das obras emergenciais concluídas

Mais da metade das obras emergenciais no prédio do Museu Nacional já foram concluídas. De acordo com o diretor da instituição, Alexandre Kelner, já foram recuperados dos escombros 1,5 mil peças e conjuntos, o que equivale a 51% do total da primeira parte dos reparos. A informação foi divulgada na última quarta-feira (13) durante balanço apresentado pelo Ministério da Educação (MEC). 
O MEC também apresentou outras iniciativas que vão dar continuidade à recuperação do espaço que foi destruído pelo incêndio em setembro. Uma delas é uma parceria com a Agência Brasileira de Cooperação, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) a fim de subsidiar estudos, pesquisas, metodologias e projetos técnicos para a reconstrução e restauração do Paço de São Cristóvão e de bases para o novo Museu Nacional. No total, serão investidos R$ 5 milhões nesse trabalho. 
Esse valor se soma aos R$ 10 milhões já repassados pel…