Pular para o conteúdo principal

28º Cine Ceará discute produção audiovisual

Nesta segunda e terça-feira questões relacionadas ao mercado audiovisual são discutidas no 28º Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema Como parte de sua programação, o II Seminário Descentralização da Produção Audiovisual no Centro-Oeste, Norte e Nordeste (CONNE) reúne gestores e profissionais visando alcançar uma melhor distribuição das produções de séries de TV e longas-metragens no Brasil, incrementando o setor nessas três regiões, por meio de políticas públicas.


O seminário acontece no Hotel Oásis Atlântico Fortaleza, nos dois dias até o final da tardes. Hoje 
a primeira mesa discutiu “As políticas de desenvolvimento da Ancine, MinC e SAv para as regiões CONNE – Garantias de uma Política de Continuidade e Ampliação” com a participação de Christian de Castro, diretor presidente da Ancine; Frederico Mascarenhas, secretário do Audiovisual; Wolney Oliveira, diretor regional CONNE - Nordeste; Henry Campos, reitor da UFC; Leanne Araújo Holanda, representante do Banco do Nordeste do Brasil (BNB); Fabiano Piúba, secretário de Cultura do Ceará; e Mauro Garcia, presidente executivo da BRAVI.

Às 14 horas o tema “O papel das instituições no desenvolvimento audiovisual” será abordado por Rodrigo Rafael de Medeiros Martins, presidente do SIAPAR e coordenador do FAMES; Leonardo Edde, produtor e sócio da Urca Filmes e presidente do SICAV; João Daniel Tikhomiroff, sócio-diretor da Mixer e presidente do SIAESP; Mauro Garcia, presidente executivo da BRAVI; e Paulo Schmidt, produtor e sócio da Academia de Filmes e presidente da APRO. Às 16 horas, representantes da CONNE de diversos estados se reúnem tendo como pauta o Triênio 2018, 2019 e 2020.

Na terça-feira (sete), “Políticas estaduais para o Desenvolvimento Regional do Audiovisual CONNE” serão discutidas na mesa das nove horas, com a participação de Doug de Paula, da Câmara Setorial do Audiovisual; Daniela Fernandes, diretora de Audiovisual da Fundação Cultural do Estado da Bahia; Ricardo Cesar Pecorari, secretário de Políticas de Financiamento da Ancine; e, como mediadora, Carla Francine, representante CONNE de Pernambuco.



Ainda pela manhã, às 11 horas, os participantes do Seminário conversam sobre o “Programa Ceará Filmes: Desafios e Perspectivas”, mesa que terá como participantes Alfredo Manevy; Fabiano Piúba, secretário de Cultura do Ceará; Paulo Linhares, presidente do Instituto Dragão do Mar; Ricardo Cesar Pecorari, secretário de Políticas de Financiamento da Ancine; e o cineasta Wolney Oliveira como mediador.

Encerrando a programação, mais duas mesas são formadas à tarde. Às 14h30, Alfredo Bertini, diretor de Mercado e Seminários de Pernambuco; Gabriel Pires, coordenador do NordesteLAB; Wolney Oliveira, que é diretor do Mercado Audiovisual do Nordeste (MAN); Leanne Araújo Holanda, representante do BNB; e o mediador Doug de Paula da Câmara Setorial do Comércio discutem sobre “Os eventos de mercado como forma de desenvolver o audiovisual no Nordeste”.

O último tema é “Formação Audiovisual – Atualidades e Perspectivas”, em mesa composta por Bete Jaguaribe, diretora do Porto Iracema das Artes e coordenadora do Curso de Cinema e Audiovisual da Unifor; Kennya Mendes, coordenadora do Curso de Audiovisual da Vila das Artes; Samantha Capdeville, coordenadora do curso de Cinema e Audiovisual (ICA) da UFC; Daniela Pfeiffer, diretora do CTAv; e o cineasta Glauber Filho como mediador.

MOSTRAS COMPETITIVAS - Nesta segunda e terça-feira, às 14h30 no Cinema do Dragão e 19h30 no Cineteatro São Luiz, continuam, respectivamente, as mostras Olhar do Ceará e Competitivas de Curta e Longa-metragem. 

Na segunda-feira, será exibido o longa espanhol “Petra”, de Jaime Rosales, inédito no Brasil. Na terça, acontece a première mundial do documentário brasileiro “Eduardo Galeano Vagamundo”, de Felipe Nepomuceno, e a estreia no Brasil da ficção colombiana “Amália, a secretária”, de Andrés Burgos (foto Divulgação). A programação completa pode ser conferida no www.cineceara.com.

O 28º Cine Ceará acontece até sábado (11), numa promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual 13.811), do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes. Patrocínio: SP Combustíveis, M. Dias Branco, Banco do Nordeste, Café Santa Clara e Indaiá. Agradecimentos: Enel e Oi.

Leia também:

Comentários

Mais lidas da semana

Meninas com câncer realizam hoje sonho da festa de 15 anos à beira mar

Nesta terça-feira, dia 15 de agosto, às 16h30, a barraca Gran Royal, na Praia do Futuro, em Fortaleza, será palco de uma festa especial. Jovens com câncer atendidas pela Associação Peter Pan comemorarão seus quinze anos com toda a pompa e circunstância que a ocasião requer. A ação voluntária é uma iniciativa da Liven Eventos, empresa especializada na realização de festas temáticas personalizadas, que por meio do Projeto Essência reúne dezenas de profissionais do mercado cearense para realizar o sonho das debutantes atendidas pela Associação Peter Pan.

Abertas inscrições para edição 2018-2019 do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo

Profissionais de imprensa de todo o Brasil já podem inscrever-se na nova edição do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional. O link para submissão de trabalhos e o regulamento completo estão disponíveis em www.bnb.gov.br/web/premio-banco-do-nordeste-de-jornalismo. Na edição de 2019, poderão ser inscritas matérias veiculadas de primeiro de janeiro de 2018 a 29 de março de 2019.


A iniciativa premiará as melhores produções jornalísticas que abordem ações promotoras de desenvolvimento regional, localizadas na região Nordeste ou norte de Minas Gerais e do Espírito Santo (área de atuação do BNB). Ao todo, serão R$ 234 mil em prêmios, distribuídos em 18 categorias.

O Grande Prêmio Nacional reconhecerá material que tenha como temática "Microcrédito urbano como ferramenta de desenvolvimento econômico e social". Concorrem nas demais categorias, trabalhos que abordem o desenvolvimento regional considerado em seu sentido mais amplo, incluindo suas vertentes de or…

Semace aponta que praias da Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol estão impróprias para o banho neste fim de semana

Boletim da Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) aponta que três praias de Fortaleza estão impróprias para banho neste final de semana: Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol.


O boletim indica condições de banho para as praias do Futuro, Volta da Jurema, Acquário Ceará, Escola de Aprendizes Marinheiros, Iracema, Náutico, Beira-Mar (foto) e Foz do Rio Ceará.

Produtoras receberão R$ 36,8 milhões para parcerias internacionais

Produtoras brasileiras de audiovisual receberão investimento de R$ 36,8 milhões para coproduções com outros países. A Agência Nacional do Cinema (Ancine) será responsável por destinar os recursos. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da agência, Christian de Castro, durante a 10ª edição do Ventana Sur, evento que ocorre até esta sexta-feira (14), em Buenos Aires.
Serão R$ 18,15 milhões para cinema e R$ 18,65 milhões para TV, investidos por meio do Edital de Coprodução Mundo, cujas inscrições começam em janeiro. A seleção funcionará na modalidade de fluxo contínuo e atenderá projetos cujas produtoras brasileiras sejam minoritárias ou majoritárias. Serão exigidos contratos de distribuição para os projetos de cinema e de pré-licenciamento para os de TV.
De acordo com Christian de Castro, o objetivo é fazer com que o empreendedor do audiovisual brasileiro consiga ser mais competitivo no mercado internacional, para atrair mais investimentos. "Nos últimos anos, a Ancine tem coloca…

Museu Nacional tem 51% das obras emergenciais concluídas

Mais da metade das obras emergenciais no prédio do Museu Nacional já foram concluídas. De acordo com o diretor da instituição, Alexandre Kelner, já foram recuperados dos escombros 1,5 mil peças e conjuntos, o que equivale a 51% do total da primeira parte dos reparos. A informação foi divulgada na última quarta-feira (13) durante balanço apresentado pelo Ministério da Educação (MEC). 
O MEC também apresentou outras iniciativas que vão dar continuidade à recuperação do espaço que foi destruído pelo incêndio em setembro. Uma delas é uma parceria com a Agência Brasileira de Cooperação, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) a fim de subsidiar estudos, pesquisas, metodologias e projetos técnicos para a reconstrução e restauração do Paço de São Cristóvão e de bases para o novo Museu Nacional. No total, serão investidos R$ 5 milhões nesse trabalho. 
Esse valor se soma aos R$ 10 milhões já repassados pel…