Pular para o conteúdo principal

Morre F. S. Nascimento

O professor Durval Aires Filho comunica o falecimento do intelectual F. S. Nascimento.



"F. S. NASCIMENTO
Neste domingo último, Luciano Maia manda uma mensagem triste para mim, informando sobre o desaparecimento de F.S. Nascimento, nosso colega da Academia Cearense de Letras. Logo vem a superfície o seu perfil de crítico literário. Aliás, tomo a sua obra como responsável pela minha formação literária, no que tange a exegese, no contexto de um Ceará cuja produção se conservava, até a sua chegada, em analises de autores consagrados -- José de Alencar, Machado de Assis, escritores do século XIX e autores do romance regional -- não fosse ainda à novidade do “new criticism”, quando seus estudos rompem com o impressionismo, marcados com a ótica objetiva, desprezando, na sua técnica de avaliação, critério que não fossem literários.

Em A Estrutura Desmontada, F.S, Nascimento procedeu a uma organizada investigação de duas “novelas-reportagens” de meu pai: Os Amigos do Governador e Barra da Solidão, as quais haviam sido resenha no jornal O Estado de São Paulo, pelas inovações no terreno da nova ficção. Aliás, o mesmo empenho se repete em Três Momentos da Ficção Menor, uma eficiente avaliação moderna do conto no Ceará, revelando, por exemplo, novas técnicas narrativas empreendidas por Eduardo Campos.

Segundo Fábio Lucas, além da pormenorizada avaliação estética dos processos narrativos de Durval Aires, Nascimento nomeia e classifica os próprios critérios de análise literária e experimenta o seu alcance prático. Quer dizer: sua escrita não se restringe ao trabalho puramente teórico e especulativo. Nesse intento, os ensinamentos múltiplos sobre a arte da narrativa, se revelam importantes, constituindo-se uma das boas contribuições à análise e à interpretação da narrativa no Brasil, ao combinar duas coisas, segundo ainda o crítico mineiro: a serenidade da segurança cultural e o entusiasmo da criação da metalinguagem.

Penso, nesse propósito, que o sucesso e êxito científico de uma abordagem, ao desmontar uma estrutura, se devem essencialmente ao empenho e amor ao projeto. Ao desenvolver o que elaborou em nível de método, sobreposta a obra literária, é visível em F.S. Nascimento a paixão pela pesquisa parcimoniosa, a revelação do laboratório (bibliográfico) que formou no entorno, ao dissecar o texto e revelar suas possibilidades, o que demonstra que, ao percorrer esses caminhos, o crítico é tão fabulosamente criativo e criador quanto o seu objeto: o autor investigado.

Pernambucano de Serrita, F.S. Nascimento foi um dos maiores críticos literários que conheci. Foi diretor da Imprensa Universitária e da Divisão de Intercâmbio Cultural, na época em que meu pai era do Comitê de Imprensa e Francisco Carvalho figurava como secretário do Conselho Universitário, na gestão do Reitor Martins Filho.

Autor de vários livros, publicou: A Estrutura Desmontada (editada, originalmente em 1972, pela Imprensa Universitária da UFC), Quadrilátero da Seca (1988), Três Momentos da Ficção Menor (1981) e Apologia de Augusto dos Anjos e Outros Estudos ( 1990), além de inúmeros trabalhos que publicou em revistas especializadas.
"


Leia também:
Reitor da UFC recebe Troféu Eusélio Oliveira
Festival de Dança do Litoral Oeste comemora 10 anos
Turnê Thiago Pethit na Caixa Cultural Fortaleza

Comentários

Mais lidas da semana

Meninas com câncer realizam hoje sonho da festa de 15 anos à beira mar

Nesta terça-feira, dia 15 de agosto, às 16h30, a barraca Gran Royal, na Praia do Futuro, em Fortaleza, será palco de uma festa especial. Jovens com câncer atendidas pela Associação Peter Pan comemorarão seus quinze anos com toda a pompa e circunstância que a ocasião requer. A ação voluntária é uma iniciativa da Liven Eventos, empresa especializada na realização de festas temáticas personalizadas, que por meio do Projeto Essência reúne dezenas de profissionais do mercado cearense para realizar o sonho das debutantes atendidas pela Associação Peter Pan.

Abertas inscrições para edição 2018-2019 do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo

Profissionais de imprensa de todo o Brasil já podem inscrever-se na nova edição do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional. O link para submissão de trabalhos e o regulamento completo estão disponíveis em www.bnb.gov.br/web/premio-banco-do-nordeste-de-jornalismo. Na edição de 2019, poderão ser inscritas matérias veiculadas de primeiro de janeiro de 2018 a 29 de março de 2019.


A iniciativa premiará as melhores produções jornalísticas que abordem ações promotoras de desenvolvimento regional, localizadas na região Nordeste ou norte de Minas Gerais e do Espírito Santo (área de atuação do BNB). Ao todo, serão R$ 234 mil em prêmios, distribuídos em 18 categorias.

O Grande Prêmio Nacional reconhecerá material que tenha como temática "Microcrédito urbano como ferramenta de desenvolvimento econômico e social". Concorrem nas demais categorias, trabalhos que abordem o desenvolvimento regional considerado em seu sentido mais amplo, incluindo suas vertentes de or…

Semace aponta que praias da Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol estão impróprias para o banho neste fim de semana

Boletim da Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) aponta que três praias de Fortaleza estão impróprias para banho neste final de semana: Barra do Ceará, Goiabeiras e Farol.


O boletim indica condições de banho para as praias do Futuro, Volta da Jurema, Acquário Ceará, Escola de Aprendizes Marinheiros, Iracema, Náutico, Beira-Mar (foto) e Foz do Rio Ceará.

Produtoras receberão R$ 36,8 milhões para parcerias internacionais

Produtoras brasileiras de audiovisual receberão investimento de R$ 36,8 milhões para coproduções com outros países. A Agência Nacional do Cinema (Ancine) será responsável por destinar os recursos. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da agência, Christian de Castro, durante a 10ª edição do Ventana Sur, evento que ocorre até esta sexta-feira (14), em Buenos Aires.
Serão R$ 18,15 milhões para cinema e R$ 18,65 milhões para TV, investidos por meio do Edital de Coprodução Mundo, cujas inscrições começam em janeiro. A seleção funcionará na modalidade de fluxo contínuo e atenderá projetos cujas produtoras brasileiras sejam minoritárias ou majoritárias. Serão exigidos contratos de distribuição para os projetos de cinema e de pré-licenciamento para os de TV.
De acordo com Christian de Castro, o objetivo é fazer com que o empreendedor do audiovisual brasileiro consiga ser mais competitivo no mercado internacional, para atrair mais investimentos. "Nos últimos anos, a Ancine tem coloca…

Museu Nacional tem 51% das obras emergenciais concluídas

Mais da metade das obras emergenciais no prédio do Museu Nacional já foram concluídas. De acordo com o diretor da instituição, Alexandre Kelner, já foram recuperados dos escombros 1,5 mil peças e conjuntos, o que equivale a 51% do total da primeira parte dos reparos. A informação foi divulgada na última quarta-feira (13) durante balanço apresentado pelo Ministério da Educação (MEC). 
O MEC também apresentou outras iniciativas que vão dar continuidade à recuperação do espaço que foi destruído pelo incêndio em setembro. Uma delas é uma parceria com a Agência Brasileira de Cooperação, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) a fim de subsidiar estudos, pesquisas, metodologias e projetos técnicos para a reconstrução e restauração do Paço de São Cristóvão e de bases para o novo Museu Nacional. No total, serão investidos R$ 5 milhões nesse trabalho. 
Esse valor se soma aos R$ 10 milhões já repassados pel…